Ministro de Estado admite “lacunas” no sistema de ensino para crianças com necessidades educativas especiais (c/áudio)

Cidade da Praia, 28 Ago (Inforpress) – O ministro de Estado, Fernando Elísio Freire, admitiu hoje, na Cidade da Praia, que ainda “há lacunas” no sistema de ensino para crianças com necessidades educativas especiais em Cabo Verde.

“As crianças com necessidades especiais precisam de um procedimento próprio nas várias escolas, mas ainda há lacunas que temos de trabalhar para corrigir, mas neste momento já se está a dar uma resposta satisfatória às estas crianças e as ONG têm trabalhado neste sentido”, admitiu.

O ministro de Estado, dos Assuntos Parlamentares e da Presidência do Conselho de Ministros e Ministro do Desporto fez estas declarações à imprensa depois de uma vista à Rede Nacional da Campanha de Educação para Todos (RNCEPT-CV) para se inteirar das actividades a serem desenvolvidas ao longo dos anos.

No entanto, adiantou que o foco tem que ser em políticas claras que aumentem a acessibilidade e a qualidade, salientando, neste particular, o “trabalho extraordinário” que a RNCEPT-CV tem feito na promoção de igualdade de oportunidade no acesso à educação.

Fernando Elísio Freire lembrou que já está pronta uma nova lei sobre o sobre o pré-escolar, que vai permitir alargar, “ainda mais”, o acesso a este nível de escolaridade, esperando a sua municipalização para a publicação da lei.

A RNCEPT-CV tem como objectivo realizar acções de advocacia junto do Governo, sociedade civil, sectores públicos e privados para que a educação básica de qualidade seja acessível e usufruída por todos os cidadãos.

OM/CP
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos