Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ministro da Saúde destaca importância de trabalho “articulado e coordenado” no combate à covid-19 (c/áudio)

Mindelo, 18 Ago (Inforpress) – O ministro da Saúde enalteceu hoje a importância do trabalho “articulado e coordenado” envolvendo profissionais de saúde e outros departamentos no combate à covid-19, que atinge o mundo e impõe “desafios diários cada vez maiores”.

“Mas, estamos no bom caminho, com força, com resistência e empenho para fazermos face a esta pandemia”, reforçou Arlindo do Rosário, aos jornalistas, no final de uma visita a algumas obras do seu ministério na ilha de São Vicente.

Referindo-se à região norte, que está a visitar nestes últimos dias, o ministro disse que as ilhas de São Vicente e de Santo Antão até este momento ainda “não sofreram o peso e a pressão” da pandemia, pois “estão a trabalhar bem, estão bem organizados e a dar boa resposta”.

“Mas isso, que fique claro, não significa que os outros concelhos não estejam a trabalhar bem”, sublinhou, “pelo contrário”, afiançou, pois há um “trabalho enorme” que está sendo feito em todo o País.

“Mas evidentemente há características e especificidades diferentes, há formas de transmissão diferentes e toda a abordagem e avaliação deve ser feita de uma forma ponderada para não se correr o risco de se cometer alguma injustiça nesta avaliação”, sintetizou o titular da pasta da Saúde.

Cabo Verde registou na segunda-feira, 17, mais 24 novos infectados com o novo coronavírus e um morto, bem como os primeiros doentes na ilha do Fogo, elevando o total de casos da doença para 3.203.

Nesta altura, a Brava é a única das nove ilhas habitadas sem casos diagnosticados de covid-19.

Para além da 36.ª morte associada à doença no arquipélago e dos primeiros casos da ilha do Fogo, os laboratórios de virologia confirmaram ainda 21 casos da doença na Praia e um em São Domingos, ambos municípios da ilha de Santiago.

Assim, as ilhas de Santiago, Sal e do Fogo são as únicas com transmissão activa da doença em Cabo Verde.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 770.429 mortos e infectou mais de 21,7 milhões de pessoas em 196 países e territórios, de acordo com um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em Fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

AA/DR
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos