Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ministro da Saúde anuncia introdução da vacinação contra HPV para adolescentes (c/áudio)

Cidade da Praia, 22 Abr (Inforpress) – Cabo Verde vai introduzir no calendário da vacinação, “brevemente”, a vacina de prevenção contra o câncer de colo de útero (HPV) para adolescentes, disse hoje o ministro da Saúde e Segurança Social.

Arlindo do Rosário deu a garantia à imprensa quando falava hoje sobre a Semana Africana de Vacinação, à margem da cerimónia de abertura do evento que teve lugar na Ribeira Grande de Santiago.

Segundo o responsável pela pasta da Saúde, o ministério está a organizar o financiamento para esta cobertura, visto que o custo da vacinação em Cabo Verde é suportado pelo Governo, já que o país não faz parte da Aliança da Vacinação Mundial.

“Em termos de resultados efectivos é um custo que vale a pena suportar, pelo que estamos a trabalhar e ver as implicações em termos de financiamento para equacionar a introdução do HPV dentro do calendário vacinal, sobretudo para os adolescentes”, disse.

Na sua declaração, o governante anunciou que estão sendo feito estudos e diversos cenários possíveis, já que o impacto orçamental “será reforçado”.

No entanto, lembrou que, no caso de colo de útero, o custo “é o mínimo face as implicações” que este tipo de câncer tem para o país e a ajuda que a vacinação dará no quadro de “salvar e prevenir”.

O estudo em elaboração, segundo disse, vai dar ao sector todo o cenário a ser seguido para se poder escolher o grupo alvo, as modalidades de introdução e o custo total.

A vacina contra infecções provocadas pelo vírus do papiloma humano (HPV) contribui para redução da incidência do câncer do colo de útero e vulva nas mulheres.

A imunização também previne câncer do pénis, ânus, verrugas genitais, boca e orofaringe.

As vacinas contra o HPV são aprovadas em mais de 130 países e fazem parte de mais de 60 programas nacionais de imunizações, sendo que desde 2006 mais de 200 milhões de doses foram distribuídas em todo o mundo.

PC/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos