Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ministro da Família e Inclusão Social diz que há um “excelente resultado” do Governo no sector 

Cidade da Praia, 23 Dez (Inforpress) – O ministro da Família e Inclusão Social  disse hoje que a sua visita às instalações do Centro de Emergência Infantil e o Centro de Protecção Social de Lém-Cachorro mostra “excelente resultado” da política do Governo no sector.

Estes centros acolhem crianças e adolescentes em situação de risco e, segundo Fernando Elísio Freire, o “compromisso maior” do executivo é “reforçar este tipo de acções”, multiplicando-as a nível da Cidade da Praia e resto do País.

O responsável da pasta da Família e Inclusão Social fez essas considerações à imprensa, à margem   da visita que efectuou às referidas instalações do Instituto Cabo-verdiano da Criança e Adolescente (ICCA).

Defendeu  que em relação ao Centro de Emergência Infantil o objectivo é o de “reforçar o quadro de pessoal especializado”, porque, disse, estas instituições cuidam de pessoas que necessitam   de cuidados e educação especiais.

Segundo ele, há um “engajamento total” do  Governo que pretende dar um “combate sem tréguas” à exploração sexual de menores.

“É preciso denunciar e punir os infractores”, indicou o ministro, acrescentando que se deve cuidar dessas crianças para que possam ser “jovens e adultos saudáveis”.

Anunciou que o Orçamento do Estado (OE) para 2021 contempla reforço  de verbas, assim como a capacidade de intervenção, o que, de acordo com as suas palavras, demonstra que o País “está no caminho certo e com resultados extraordinários”.

“Os técnicos que trabalham nesses centros são autênticos heróis e heroínas porque cuidam  das nossas crianças com tanto amor”, precisou Fernando Elísio Freire que prometeu que o Governo vai continuar a criar as condições para que  exerçam as suas profissões  “com toda a dignidade”.

Instado a fazer o balanço sobre o ano prestes a terminar, considerou que foi “péssimo”, já  que a pandemia de covid-19 veio alterar tudo.

“Digo aos cabo-verdianos para termos confiança e esperança no futuro. Vamos ganhar esta luta e   2021 será muito melhor para sermos um país que estava a crescer antes da pandemia de covid-19”, concluiu.

LC/AA

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos