Ministro da Economia e Emprego realça a importância da construção de uma Agenda Digital para a CEDEAO

 

Cidade da Praia, 02 Out (Inforpress) – O ministro da Economia e Emprego, José Gonçalves, considerou hoje “essencial” a construção de uma Agenda Digital para a CEDEAO, que visa maximizar os benefícios da economia digital e em rede e da sociedade de informação.

José Gonçalves fez essa consideração na cerimónia de abertura da reunião preparatória do 15º Encontro dos Ministros das Tecnologias e Telecomunicações de Informação e Comunicação da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), que tem lugar de 02 a 06 na Cidade da Praia.

O ministro, que acredita ser uma forma de afirmar a comunidade no contexto africano e internacional, adiantou que para isso é necessário o desenvolvimento das infra-estruturas e a harmonização da política e do quadro regulamentar.

“A organização desta reunião em Cabo Verde reveste-se de particular importância, numa altura em que o país está empenhado no reforço da sua política de boa vizinhança, valorizando a nossa dimensão africana, assente no respeito e interesses mútuos”, disse.

Neste particular, afirmou, Cabo Verde está determinado em refinar sua política para a região, estendendo-a a todo o continente, sempre numa perspectiva regional, por forma a que se atinjam objectivos que visam mais e melhor participação na realidade política, social, económica e cultural.

Ainda o ministro da Economia e Emprego, esta reunião acontece num momento em que o país está a dar “passos significativos” no desenvolvimento de uma Agenda Digital, com investimentos significativos num Data Center que segue os mais modernos padrões e requisitos internacionais.

Lembrou ainda que a construção do Parque Tecnológico irá permitir uma evolução sustentada do país tecnologicamente e em sintonia com toda a sub-região e referiu-se sobre a infra-estrutura da Televisão Digital Terrestre(TDT) de última geração (norma DVBT-2) para uma gestão eficiente do espectro, promoção e valorização de mais conteúdos.

“Estes investimentos foram planeados numa perspectiva regional, que sirvam a CEDEAO e outras regiões do continente africano, através de exportação e partilha de serviços. Neste momento Cabo Verde mantém relações de cooperação a nível das TIC com Burkina Faso e a Guiné-Bissau, Estados ECOWAS no âmbito do e-Government”, informou.

O governante sublinhou, ainda, que o arquipélago está determinado em fazer parte do plano de Banda Larga da Região, com a preparação de uma proposta de extensão de um projecto que possa ser Programa de Banda Larga Regional Único “Terrestre e Submarino”.

A agenda da reunião dos ministros sobre TIC foi considerada por José Gonçalves “importante” por ter resolução no controlo das fronteiras digitais da CEDEAO com a implementação de centros e cibersegurança em cada estado membro, assim como política comum de gestão no espectro radioeléctrico e acesso a televisão digital.

A Agenda Digital comum para o quinquénio 2018/2023 vai ser apresentado no 15º Encontro dos Ministros das Tecnologias e Telecomunicações de Informação e Comunicação da Comunidade Económica dos Estados da Africa Ocidental (CEDEAO), a acontecer sexta-feira, 06, na Cidade da Praia.

A anteceder o encontro dos ministros decorre de hoje a quinta-feira, 05, a reunião técnica preparatória, que tem como missão preparar a Agenda Digital a ser aprovada.

PC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos