Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ministro da Economia com equipa completa para levantar “voo” rumo ao cumprimento das metas da legislatura

 

Cidade da Praia, 13 Abr (Inforpress) – O ministro da Economia e Emprego, José Gonçalves, empossou hoje quatro novos directores nacional e gerais do seu ministério, completando assim a sua equipa directiva nas áreas estruturantes sob a sua responsabilidade.

José Gonçalves adiantou que o seu ministério está agora preparado para, já no segundo trimestre deste ano, entrar na velocidade cruzeiro, tendo em vista o cumprimento do programa do Governo para esta nona legislatura, a em matéria de crescimento económico e a criação de emprego.

“É questão de prepararmos o nosso plano, sobretudo, no aspecto do emprego, do turismo, energia e indústria que são áreas estruturantes. A equipa já está a começar a traçar os seus planos de acção e nós não temos tempo a perder. Portanto daqui até Junho já estamos a levantar para tomar pleno voo”, disse.

José Gonçalves adianta que as metas do Governo são “ambiciosas”, mas garante que o Executivo começou já a tomar várias medidas para atingir os seus objectivos de fazer crescer a economia e reduzir o desemprego.

Neste sentido anunciou a criação esta quinta-feira em sede do Conselho de Ministros do Instituto de Apoio à promoção do Desenvolvimento Empresarial, denominada Pró-empresa, que estará acoplado a vários outros instrumentos e cuja função está relacionada com as empresas, as pequenas e médias empresas.

Foram empossados a nova directora-geral do emprego e Formação Profissional e Estágios Profissionais, Eurídice Mascarenhas, o director-nacional de energia Indústria e Comércio, Óscar Borges, o director-geral de Turismo e Transportes, Carlos Anjos, e o diretor-geral do Planeamento e Orçamento e Gestão, Francisco Moreira.

“São pessoas escolhidas a dedo, alguns dos quais levou muito tempo a ser encontrada como é o caso da directora-geral do Emprego. Mas agora temos a nossa directora-geral, uma pessoa com muita experiência com conhecimentos do sector privado e que sabe para que áreas queremos direcionar políticas e assim como os outros empossados são pessoas de confiança”, disse.

Em nome dos empossados a directora-geral do Emprego, Formação Profissional e Estágios Profissionais, Eurídice Mascarenhas, disse que encara as novas funções com uma “enorme responsabilidade” e promete todo empenho na mobilização dos recursos para a concretização dos objectivos almejados pelo executivo cabo-verdiano.

A aposta, conforme salientou, será na criação de sinergias entre público e o privado.

“Sabemos que a economia não gere sozinha os resultados e sabemos que temos que desenvolver uma parceria muito activa, muito dinâmica junto aos privados e estamos aqui com toda a nossa disponibilidade para trazer toda a parte privada, assim com a sociedade civil para os nossos desideratos”, disse.

Eurídice Mascarenhas disse acreditar que juntos poderão concretizar políticas, estratégias e programas previstos e a desenvolver.

A meta do Governo para a legislatura é de atingir o crescimento económico de 7% ao ano e criar 45 mil postos de trabalho.

MJB/ZS

Inforpress/fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos