Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ministro da Cultura garante que Cabo Verde está preparado para implementar ensino da morna

Cidade da Praia, 03 Dez (Inforpress) – O ministro da Cultura e das Indústrias Criativas afirmou hoje que o Governo tem em curso um conjunto de iniciativas visando promover a cultura cabo-verdiana, garantindo que o país está preparado para implementar o ensino da morna.

Abraão Vicente fez estas declarações à imprensa à margem das actividades comemorativas do Dia Nacional da Morna denominado “FlashMob Dia Nacional da Morna”, realizadas na praça Memorial Amílcar Cabral, na cidade da Praia.

O Governo, de acordo com o responsável pela pasta da Cultura, quis com esta iniciativa e às vésperas da reunião da Comissão da Unesco, demonstrar que a morna está enraizada em Cabo Verde, sublinhando, que este evento visa igualmente celebrar o Dia Nacional da Morna e relembrar o contributo que B.Leza deu em prol da promoção da cultura cabo-verdiana, ao “cantar Cabo Verde”.

“O plano principal da candidatura da morna a Património da Humanidade, a principal exigência é provarmos que tem futuro, que Cabo Verde está preparado para ensinar morna e hoje quisemos demonstrar que temos futuro, trouxemos uma das escolas beneficiadas da Bolsa de Acesso à Cultura, a escola maior, e esse é só uma simbologia do que vai acontecer no próximo ano a partir do momento em que for ratificada a decisão”, declarou.

Para este governante, a elevação da língua cabo-verdiana a património nacional foi uma decisão muito importante para o país, isto porque, sustentou, a existência da morna passa pela valorização da língua materna.

Lembrou, que o Governo tem em curso um conjunto de iniciativas visando a morna, destacando nesse sentido o financiamento de projectos de investigação e edição de livros através de edital de projectos de investigação e edição de livros.

Frisou, entretanto, que para que o país siga as indicações da Unesco é “importante” apostar no ensino das artes, adiantando, por outro lado, que com a classificação da morna a património imaterial o primeiro passo será apostar na formação dos professores.

“Com a classificação da morna a património imaterial, o primeiro passo é formar professores e o segundo passo é que as escolas de facto incorporem a matéria cultura cabo-verdiana e ensino da cultura cabo-verdiana como algo prioritário, creio que Cabo Verde está preparado para dar este passo, que muitas das nossas mornas já está escrita em pauta”, disse.

Cabo Verde apresentou em Março de 2018 a candidatura da morna a Património Imaterial da Humanidade, cuja decisão pública deverá ser conhecida entre 09 e 14 de Dezembro, em Bogotá, Colômbia, durante a reunião do Comité do Património Cultural Imaterial da Unesco.

Abraão Vicente informou que a sua deslocação à Colômbia está marcada para quinta-feira, 05, e que parte com o sentimento de dever cumprido no que se refere à conclusão dos trabalhos e com expectativas de um resultado positivo sobre a classificação da morna a Património Imaterial da Humanidade.

O Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, através do Instituto do Património Cultural (IPC), arrancou hoje com um conjunto de actividades para celebrar o Dia Nacional da Morna.

A celebração iniciou com uma mesa redonda sobre “Vida e Obra de B.Leza (Francisco Xavier da Cruz), patrono do Dia Nacional da Morna, “O processo de candidatura da Morna a Património Cultural Imaterial da Humanidade”, “A configuração Poético-musical da Morna em Eugénio Tavares”, “A expressividade lírica de B.Léza na Morna”, no Campus do Palmarejo, cidade da Praia, que contou com a participação de técnicos do IPC e investigadores.

No dia 04 de Dezembro será a vez do Palácio da Cultura Ildo Lobo acolher as actividades alusivas à efeméride, assim como as ilhas de São Vicente e Sal.

CM/ZS

Inforpress/Fim.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos