Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ministro da Cultura felicita Germano Almeida pelo Prémio Camões 2018

Cidade da Praia, 21 Mai (Inforpress) – O ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, felicitou hoje o escritor e contista cabo-verdiano Germano Almeida pela conquista do Prémio Camões 2018.

Em nota de imprensa, o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas (MCIC) considera que o Prémio Camões 2018 “consagra um escritor cabo-verdiano que transpôs a barreira da literatura e dos contos cabo-verdianos além-fronteira, levando estórias, baseadas em factos reais, aos vários livros que tem escrito ao longo da sua vida”.

Com as suas obras, “O dia das calças roladas” de 1982, “O Testamento do Sr. Napumoceno da Silva Araújo”, 1989, “Os dois irmãos”, 1995 ou ainda as mais recentes obras publicadas “Eva”, 2006, “De Monte Cara vê-se o mundo”, 2014 ou “Regresso ao paraíso”, 2015, lê-se na nota, o autor, “de forma simples, cativa o leitor para dentro de cada linha, de cada parágrafo, de cada capítulo, de cada estória”.

No mês em que é galardoado com o Prémio Camões 2018, Germano Almeida, o segundo escritor cabo-verdiano a vencer o galardão, depois de Arménio Vieira, em 2009, faz o lançamento da sua mais recente obra, “O fiel defunto”.

O Prémio Camões é atribuído, anualmente, a um escritor de língua portuguesa como forma de estreitar e desenvolver os laços culturais entre os países de língua portuguesa. Considerado o maior prémio da Língua Portuguesa, foi instituído por Portugal e pelo Brasil em 1988 com o objectivo de distinguir um autor “cuja obra contribua para a projecção e reconhecimento do património literário e cultural da língua comum”.

HF/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos