Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ministro da Cultura considera Roteiro Nacional da Tabanca “passo fundamental” para a sua preservação

Assomada, 08 Dez (Inforpress) – O ministro da Cultura considerou hoje que a plataforma virtual do Roteiro Nacional da Tabanca, apresentada hoje, é “um passo fundamental” para a preservação desta manifestação cultural com forte enfoque nas ilhas de Santiago e do Maio.

Abraão Vicente falava à imprensa, à margem da apresentação da plataforma virtual do Roteiro Nacional da Tabanca, que decorreu no Museu da Tabanca, em Chã de Tanque, Santa Catarina (Santiago), e que contou com a presença do presidente da câmara, José Alves Fernandes, e da directora do Património Imaterial, Sandra Mascarenhas, que fez a apresentação do projecto.

“A plataforma virtual do Roteiro Nacional da Tabanca é um passo importante para a preservação da Tabanca a nível nacional, para a criação do conhecimento de qualidade para quem quiser investigar, trabalhar, conhecer e estar com a Tabanca”, este é um passo fundamental”, sustentou.

É que, conforme lembrou, em 2016, havia um museu dedicado a este género musical, mas que na altura as pessoas mais importantes da Tabanca estavam “cada um por seu lado”, daí a razão que o leva a afirmar que este projecto, ora apresentado, vai unir os fazedores da Tabanca e dá-la a conhecer aos que se interessam por ela.

Aliás, o também titular da pasta das Indústrias Criativas informou que este projecto é o início de um processo profundo da Tabanca e da pedagogia para a sociedade cabo-verdiana, tendo avançado que numa segunda fase vai ser feita a tradução total do roteiro e colocá-lo à disposição de quem quiser usá-lo.

Assim como os operadores turísticos têm feito roteiro de património religiosos, a mesma fonte instou-os a fazerem também um roteiro da Tabanca, onde vão preparar as pessoas dessas duas ilhas para que elas possam receber os turistas nacionais e internacionais em suas casas.

“Portanto, [a plataforma virtual do Roteiro Nacional da Tabanca] é um passo extraordinário para que os cabo-verdianos possam conhecer melhor a Tabanca e para prepara-la para os passos do futuro como um dos folclores cabo-verdianos que provavelmente tem maior pujança, apesar de estar somente nas ilhas de Santiago e do Maio”, concretizou.

Não obstante, a Tabanca ter “forte enfoque” apenas nas ilhas de Santiago e Maio, disse acreditar que a mesma tem potencial enorme para valorizar o território nacional, e neste particular para o marketing de Santa Catarina.

FM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos