Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ministro da Agricultura e Ambiente defende melhorias de qualidade nos serviços de meteorologia e Geofísica

Cidade da Praia, 25 Set (Inforpress) – O ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, defendeu hoje, na Cidade da Praia, uma melhoria de qualidade nos serviços prestados pelo Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica.

Gilberto Silva defendeu esta ideia durante a tomada de posse dos novos membros do Conselho de Administração do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INMG), Maria da Cruz Soares (presidente) e Denise de Pina (administradora). Daniel Graça (administrador) permaneceu na equipa.

No seu discurso, Gilberto Silva começou por felicitar os empossados pela responsabilidade que acabaram de assumir e, em seguida, agradecer-lhes pela confiança que depositaram no Governo para juntos poderem trabalhar a favor da meteorologia em Cabo Verde.

“Nós, enquanto país, sobretudo como país insular, temos grandes desafios para a frente no domínio da hidrometeorologia, como caso em concreto da Meteorologia. Nós precisamos, efectivamente, melhorar os serviços que são prestados ao país neste domínio”, defendeu o governante.

O ministro da Agricultura e Ambiente defendeu, entretanto, que é preciso ter, de facto, uma instituição bem organizada, capaz, que esteja “bem actualizada” do ponto de vista das tecnologias, da formação, dos recursos humanos e que tenha “uma excelente relação” com todos os utilizadores dos serviços meteorológicos.

Gilberto Silva defendeu, igualmente, que o INMG integre “uma boa” rede dos serviços meteorológicos no mundo e que tenha também uma “boa relação” de cooperação com as instituições regionais, pan-africanas e mundiais neste domínio na meteorologia.

“A nível nacional, precisamos rapidamente acabar de fazer os ajustes necessários para melhorarmos a organização administrativa e financeira do instituto, precisamos aprovar muito rapidamente a estratégia nacional de meteorologia”, prosseguiu.

Aquele governante afirmou ainda que está a defender a melhoria de qualidade dos serviços do INMG, não porque se está a prestar actualmente “maus serviços”.

“Mas precisamos estender a muitos mais utentes os serviços de meteorologia e tornar muito mais fiáveis, sobretudo para o sector da agro-meteorologia”, prosseguiu a mesma fonte, para quem há também “grandes desafios” a nível da biofísica.

Nesta sentido, Gilberto Silva reiterou confiança na nova equipa. “Sabemos que é um trabalho de estafeta. Há um trabalho feito que vem de trás, mas é preciso dar continuidade e desenvolver ainda mais a meteorologia no nosso país”, acrescentou.

Por seu turno, a nova presidente do Conselho de Administração do INMG frisou que se está no início de uma caminha em que se irá trabalhar num conjunto de instrumento de gestão, inclusive o plano estratégico da nova administração, que irá espelhar tudo o que irá ser feito nos próximos tempos.

Maria da Cruz Soares disse ainda que a sua equipa irá trabalhar no sentido de continuar os trabalhos que até aqui foram desenvolvidos, primando sempre pela qualidade, sem esquecer também de inovar o sector da meteorologia.

GSF/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos