Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ministro da Administração Interna pede aos cabo-verdianos confiança no Governo e na Polícia Nacional

 

Cidade da Praia, 14 Nov. (Inforpress) – O ministro da Administração Interna, Paulo Rocha, pediu hoje aos cabo-verdianos “confiança no Governo e na Polícia Nacional” que, segundo ele, estão empenhados em garantir melhor e mais segurança ao país e aos cidadãos.

O governante fez estas declarações na cerimónia de entrega de 20 novas viaturas, sendo 17 para o Comando Regional da Praia, que engloba a capital e as esquadras da Ribeira Grande de Santiago, de São Domingos e do Maio, e duas para São Nicolau (Tarrafal e Ribeira Brava).

De acordo com o ministro, as viaturas adquiridas e entregues em todo o país vêm “colmatar uma carência sentida há muitos anos pela Polícia Nacional” nesse domínio.

Segundo ele, o Governo tem uma “visão clara” da necessidade do reforço da operacionalidade da Polícia Nacional (PN) no terreno.
“Estamos aqui para apoiar naquilo que é necessário”, assegurou o ministro que se mostra “satisfeito” com o trabalho a PN vem fazendo.

Para Paulo Rocha, hoje nota-se um “aumento da eficiência e da eficácia” da PN e como resultados diminuíram-se os níveis de incidência criminal.

Reconheceu, porém, que ainda há algum caminho a ser percorrido pela frente, mas que o caminho se faz desta forma, ou seja, que pouco a pouco as condições vão sendo melhoradas.

Ao todo, à Polícia Nacional foram disponibilizadas 48 novas viaturas e o ministro garantiu que estão para chegar mais dois Hiaces (pequenos autocarros).

A Polícia Nacional é das instituições mais antigas do país. Foi criada em Julho de 1870, pelo então governador-geral Caetano Alexandre de Almeida Albuquerque.
Amanhã, 15 de Novembro, assinala-se o Dia Nacional da PN. Esta data foi escolhida em 1990, na sequência de uma reunião de oficiais que consagraram este dia, pelo facto de, pela primeira vez, em 1974, o comando da Polícia ter sido assumido por um cidadão cabo-verdiano, na circunstância o combatente da liberdade da Pátria Timóteo Tavares.

LC/JM
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos