Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ministro anuncia “passe cultura” para que todos os cidadãos possam ter acesso à cultura (c/áudio)

Assomada, 28 Abr (Inforpress) – O programa Bolsa de Acesso à Cultura (BA-Cultura) vai ser aprofundado na X Legislatura com a introdução do programa “passe cultura” para que todos os cidadãos possam ter acesso à cultura.

A afirmação é do ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, que falava hoje aos jornalistas em Assomada, Santa Catarina, após ter entregado quatro guitarras à escola de música Acordes d´Alma, no âmbito do programa BA-Cultura.

“Para a X Legislatura vamos aprofundar o programa BA-Cultura. O programa do Governo propõe a criação do “passe cultura”, em que vamos carregar um passe para que os cidadãos cabo-verdianos menores de 18 anos possam ter acesso à cultura, aos espectáculos, e para que possam comprar livros, CD e instrumentos”, concretizou o governante.

O mesmo, adiantou que contempla ainda um passe para que os cidadãos maiores de 18 anos possam ter acesso ao consumo de shows e espectáculos musicais, mas, também para que estes possam ter descontos em livrarias, papelarias, lojas de instrumentos musicais, e acessos às escolas de música.

Ou seja, ajuntou, se o BA-Cultura no início beneficiou a “população carenciada”, o ministério entende que é chegada a hora da “população não carenciada” pagar para terem acesso às aulas de música.

“O nosso foco no primeiro momento foi quase um programa social, ou seja, fazer com que as pessoas que não podiam pagar tivessem acesso a determinadas escolas, mas, a partir do momento que formalizamos mais de 80 escolas a nível nacional, acreditamos que temos que continuar a dar atenção aos alunos e famílias mais carenciadas, mas também, começar a ajudar pais que mesmo tendo rendimento não têm condições financeiras a ponto de pagarem propinas muito elevadas”, defendeu.

Nesse sentido, assegurou que o objectivo do Governo da X Legislatura, ainda por tomar posse, é massificar o ensino da arte, mas, com qualidade.

Na ocasião, anunciou ainda para a X Legislatura a criação de um “concurso”, ou um “grande show” das escolas da região Sul na Cidade da Praia e da região Norte em Mindelo, São Vicente.

De acordo com o ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, o BA-Cultura foi criado com o propósito de garantir que a população com menos recursos não fique excluída da fruição da arte.

Objectiva ainda dar sustentabilidade às pequenas iniciativas das escolas de ensino artístico, financiando as propinas dos alunos que são de famílias com baixo poder económico, para a frequência de aulas, ateliês e workshops de pintura, dança, música e teatro.

De acordo com a mesma fonte, no primeiro ano da sua implementação, 2017, o programa beneficiou 42 escolas, um total de 1.167 alunos.

Em 2018, com 40 escolas, teve 1.108 alunos e, em 2019, subiu para 70 escolas e 1.918 alunos, 2020 com 72 escolas seleccionadas e 2.413 alunos e 2021 foram seleccionadas 80 escolas

FM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos