Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ministra da Educação diz que Orçamento para 2020 “consolida ganhos” e “dá continuidade” a processos em todas as áreas

Cidade da Praia, 06 Dez (Inforpress) – A ministra da Educação afirmou hoje que o montante destinado ao seu ministério, 11 bilhões de escudos, no Orçamento de Estado para 2020, “consolida ganhos” e “dá continuidade” a processos em todas as áreas no sector da educação.

Maritza Rosabal falava à imprensa, depois de ser ouvida pela 5ª Comissão Especializada de Educação, Cultura, Saúde, Juventude e Questões Sociais para a apresentação e discussão na especialidade do Orçamento do Estado para o ano económico de 2020 do Ministério da Educação.

No Ministério da Educação, Maritza Rosabal explicou que a “grande prioridade” é continuar a implementação do projecto “Educação de Excelência” que, segundo reafirmou ” tem uma primeira grande área”, que é a renovação curricular.

O projecto tem ainda, conforme a ministra, uma segunda área que é de melhoria da qualidade da gestão da educação. “
Continuamos com o esforço todo na introdução de novos instrumentos de gestão, mas também na melhoria das condições de funcionamento das escolas”, completou.

“É esta a grande prioridade”, frisou a ministra, para quem o presente orçamento “consolida os ganhos” e “dá continuidade aos processos em todas as áreas”.

A governante disse ainda que, pela primeira vez na história do país, as escolas básicas vão ter um orçamento próprio.

“Isto é extraordinariamente relevante, porque não só aumenta a autonomia como também melhora as condições de funcionamento e, digamos (…) tem que ter um efeito em termos de educação”, frisou.

Uma outra questão que, de acordo com a titular da pasta da Educação, vai-se dar continuidade é a melhoria das condições de funcionamento em termos infra-estruturais, nomeada mente na melhoria das condições de saneamento, higiene e segurança das escolas.

“Continuamos com este processo e também temos algumas intervenções a nível da ampliação da rede educativa lá onde é necessário, nomeadamente nas ilhas do Sal e da Boa Vista”, disse.

A nível do Ensino Superior, Maritza Rosabal apontou a posta na melhoria da qualidade em termos de criação das condições para a instalação do Campus do Mar nas valências que são inerentes ao Ministério da Educação.

Olhando para o montante destinado ao seu ministério, Maritza Rosabal referiu que há um aumento na área de funcionamento, ao mesmo tempo que há uma “ligeira redução” na área de investimento, “porque este ano finalizam grandes investimentos, sobretudo ao nível das infra-estruturas”.

A ministra falou ainda na questão dos transportes escolares, referindo que o ministério tem trabalhado, juntamente com as famílias e as câmaras municipais, para reforçar o sector, mas reconheceu que ainda há questões para serem melhoradas.

GSF/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos