Ministra da Educação destaca “bons resultados” académicos em Ribeira Grande de Santiago

Cidade da Praia, 22 Abr (Inforpress) – A ministra da Educação, Maritza Rosabal, destacou hoje os “bons resultados” académicos que têm sido obtidos em Ribeira Grande Santiago, um concelho onde, disse a governante, já se resolveu todas as pendências dos docentes.

A governante fez tais declarações no âmbito de uma tarde cultural realizada hoje pela delegação do Ministério da Educação de Ribeira Grande de Santiago para comemorar o Dia do Professor Cabo-Verdiano que se assinala a 23 de Abril.

“Neste concelho, temos muitos bons resultados académicos. Os alunos têm óptimos resultados e a Delegação em geral também”, disse Maritza Rosabal, citando todo um processo de reabilitação do parque escolar, que tem decorrido em Ribeira Grande.

Segundo avançou a ministra, o Ministério da Educação vai inaugurar dentro de “poucos dias” as obras de reabilitação da escola de Salineiro, feitas com o apoio da cooperação chinesa e de outras obras feitas também no concelho, com o apoio da cooperação luxemburguesa e com verbas do ministério.

“Também, aqui é um concelho onde não temos pendências com os docentes”, acrescentou a ministra, assegurando que “todo o processo de reclassificações foi finalizado” e que Ribeira Grande de Santiago é um concelho que tem motivos para celebrar.

Já a nível nacional, a governante afirmou que se está num processo de implementação do projecto educativo, “um projecto muito ambicioso”, que visa a melhoria da qualidade do sistema educativo.

“Temos que apostar, sobretudo, no fortalecimento daquilo que é o processo em curso da introdução das novas formas de abordagem de ensino da Língua Portuguesa, sobretudo na área da comunicação, do Francês e Inglês, por exemplo, no quinto e sexto anos de escolaridade”, prosseguiu.

Maritza Rosabal falou ainda das outras áreas científicas, nomeadamente no reforço das matemáticas, das ciências da terra e da vida, bem como na introdução de novos conteúdos em unidades que fazem referência a história e geografia de Cabo Verde.

“É continuar estes processos, mas, sobretudo, a nível dos docentes é muito importante nós, neste momento, apostarmos muito no aumento das suas competências para se poder ultrapassar os novos desafios da modernidade”, referiu.

Aqui, Maritza Rozabal fala no saber usar as novas tecnologias para desenvolver os processos de ensino e aprendizagem.

“É muito importante também o desenvolvimento e a manutenção de valores dos cidadãos. De termos cidadãos que tenham uma consciência muito clara sobre as diversidades, sobre o que são as desigualdades, sobre como podemos enfrentar, mas, sobretudo, como podemos inserir neste mundo que cada vez é mais global e com diversos desafios que essa própria globalização e essa modernidade nos colocam”, acrescentou.

Questionada se há algum presente especial para os professores neste 23 de Abri, Maritza Rosabal respondeu que não se trata de uma questão de prenda, mas sim de cumprir com os compromissos.

“Ao longo de todo esse período, tem se dado um processo de fazer valer os direitos dos docentes. Acabamos com todas as pendências que vinham se acumulando desde 2018 e este ano nós continuamos com o processo de implementação do estatuto de carreira docente.
Precisamente, em Agosto, nós teremos um movimento para não deixar que se acumulem processos”, finalizou.

GSF/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos