Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ministério da Saúde reduz para três meses o período de vacinação das pessoas que já contraíram o vírus da covid-19

Cidade da Praia, 19 Jul (Inforpress) – O director Nacional da Saúde, Jorge Noel Barreto, anunciou hoje que o Ministério da Saúde reduziu de seis para três meses o período de vacinação das pessoas que já contraíram o vírus da covid-19 em Cabo Verde.

Jorge Noel Barreto avançou estas informações durante a habitual conferência de imprensa realizada às segundas-feiras para balanço da situação epidemiológica em Cabo Verde, tendo referido que o País registou nas últimas 24 horas mais 15 casos positivos da covid-19.

A decisão de reduzir o intervalo de vacinação das pessoas que estiveram infectadas com a covid-19, explicou, foi baseada claramente em orientações científicas por forma a permitir que estas pessoas possam estar mais protegidas em relação à covid-19, tendo, no entanto, lembrado que de acordo com as resoluções 166/2020 e 33/2021, as pessoas que já receberam as duas doses de vacinas têm que fazer testes PCR para viajar.

“Estivemos a discutir as informações científicas já disponíveis e chegou-se a conclusão de que a partir de hoje, vamos reduzir o intervalo de tempo em que as pessoas que já tiveram covid-19 e que querem vacinar, ao invés de esperarem seis meses, agora podem esperar três meses para serem vacinadas, portanto, as pessoas que tiveram covid-19 devem contar três meses a partir da data em que tiveram o seu diagnostico devem se inscrever”, adiantou.

Quanto ao plano de vacinação em curso, lembrou que Cabo Verde já recebeu até este momento, um total de 409 mil e 50 doses de vacina, tendo sido possível, até este domingo, aplicar um total de 141 mil 390 doses dessas vacinas, o que representa 34,6% do total de doses de vacinas já recebidas.

Em termos de pessoas que já receberam a primeira dose das vacinas até este domingo, indicou, registou-se um total de 125 mil 242 pessoas, realçando que se o Ministério da Saúde mantiver este ritmo de vacinar cerca de três a  quatro mil pessoas por dia irá conseguir alcançar a meta estabelecida pelo Governo, que é de vacina pelo menos 70% da população até ao final deste ano.

“Neste momento em termos das pessoas que tem as duas doses de vacinas aplicadas tínhamos até ontem um total de 16 mil 148 pessoas, o que representa na população adulta estimada em 4,4%, ainda é um resultado irrisório, mas conforme vamos vacinando iremos alcançando o resultado melhor em termos de pessoas completamente vacinadas”, disse, revelando que neste momento o concelho do Paul já tem a população adulta completamente vacinada.

Quanto aos grupos prioritários que fazem parte do plano de vacinação, ou seja, as pessoas que tem 60 ou mais anos já foram vacinadas até este domingo um total de 40.656 pessoas.

Congratulou-se, por outro lado, com a grande procura por parte dos jovens ao plano de vacinação, indicando que até à presente data foram vacinados um total de 26 mil 419 jovens com a idade entre 18 e 39 anos, tendo, entretanto, reforçado o apelo para as pessoas aderirem ao plano de vacinação.

A pandemia de covid-19 matou, até hoje, pelo menos 4.093.263 pessoas no mundo desde o final de Dezembro de 2019, segundo um levantamento realizado pela agência de notícias francesa AFP com base em fontes oficiais.

Mais de 190.333.380 casos de infecção foram oficialmente diagnosticados desde que foram detectados os primeiros casos da doença, na cidade chinesa de Wuhan, no final de 2019.

CM/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos