Ministério da Defesa atribui Medalha de Serviços Relevantes de 1ª Classe às Forças Armadas

Cidade da Praia, 15 Jan (Inforpress) – O Ministério da Defesa atribuiu Medalha de Serviços Relevantes de 1ª Classe às Forças Armadas (FA), como forma de reconhecimento de uma instituição republicana e comprometida com os desígnios do país e defensora dos ideais de democracia e soberania.

De acordo com do Boletim Oficial de 15 de Janeiro, o Governo diz que as FA comemoram 53 anos de existência, sendo a data de sua fundação definida pelo juramento de luta pela liberdade de Cabo Verde e Guiné-Bissau, efectuado nas matas de Cuba em 15 de Janeiro de 1967.

Assim, conforme o documento, desde essa histórica data as Forças Armadas de Cabo Verde têm lutado pela liberdade e segurança do povo cabo-verdiano, sendo uma instituição republicana e comprometida com os desígnios do país e defensora dos ideais de democracia e soberania.

Segundo o documento, a instituição tem estado presente em todos os principais desafios enfrentados pelo país, sendo “uma das entidades mais prestigiadas” do país, gozando de “excelente avaliação” por parte da população, e grande reputação no seio dos organismos internacionais que cooperam com o país nas questões de segurança.

“A estabilidade deste nosso insular país muito se deve à postura responsável, republicana e isenta das nossas Forças Armadas, que estiveram sempre prontas a responder ao chamado do dever no cumprimento exemplar das suas atribuições legais e constitucionais, o que contribuiu para o engrandecimento do país”, pode-se ler no B.O.

O Ministério da Defesa explica que nesta ocasião em que se comemora o 53º aniversário das Forças Armadas de Cabo Verde, é consensual no seio da sociedade cabo-verdiana, o elevado nível alcançado pela instituição militar no cumprimento das missões que lhe são acometidas por lei, sendo ainda uma escola de valores que ano após ano forma jovens e incute nos mesmos as virtudes militares, princípios de cidadania e o sentimento patriótico e de amor à pátria, apanágio dessa instituição.

Por fim, destaca que a instituição castrense, que pela sua acção preponderante, contribuiu para o desenvolvimento do país e garantiu a estabilidade, soberania, segurança e liberdade para todo povo cabo-verdiano.

HR/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos