Ministério da Cultura prevê realização de festival de arte urbana para o próximo ano no Mindelo

Cidade da Praia, 29 Nov (Inforpress) – O ministro da Cultura e das Indústrias Criativas anunciou hoje a realização de um festival de arte urbana para o próximo ano para “plasmar no Mindelo” as “grandes figuras icónicas” da música cabo-verdiana, prioritariamente Bana e Ildo Lobo.

Abraão Vicente falava hoje, na Cidade da Praia, em conferência de imprensa para apresentação dos resultados do primeiro edital de resgate da música tradicional cabo-verdiana, tendo apontado um conjunto de actividades para o próximo ano, “caso não houver nenhuma catástrofe internacional” e “havendo colecta dos fundos que se prevê para o Orçamento do Estado”.

“Prevê-se um ano em grande e o batuku mais uma vez terá grande destaque, e as artes plásticas, também. Continuaremos a promover um conjunto de eventos ligados à promoção, quer dos clássicos, quer do nosso acervo e de novos talentos”, anunciou o governante.

Nesta senda, assinalou, no próximo ano será realizado o festival de arte urbana com o objectivo principal de “plasmar na grande cidade do Mindelo” [ilha de São Vicente] as “grandes figuras icónicas” da música cabo-verdiana.

“As duas principais prioridades serão Bana e Ildo Lobo um pouco para começar a plasmar aquilo que é a identidade de morna (…)” frisou Abraão Vicente.

Por outro lado, informou que o busto de Orlando Pantera já está na fundição e aprovado, revelando que está a ser trabalhado na Cidade Praia, também, através do artista Domingos Luísa, o busto da Inácia Gomes, em Santa Cruz, Bibinha Cabral, no Tarrafal, e da Maria Barba, na Boa Vista.

No decorrer de 2023, o Ministério da Cultura espera ainda obter o financiamento para feitura dos bustos de Norberto Tavares, Katchás e Séma Lopi.

TC/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos