Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ministério da Cultura contempla 43 projectos no âmbito do “Edital de Projectos de Financiamento para 2019

Cidade da Praia, 01 Fev. (Inforpress) – O Ministério da Cultura contemplou 43 dos 139 projectos que deram entrada no quadro de financiamento para o ano 2019, na sua maioria de iniciativa privada, visando o financiamento de projectos culturais, provenientes da sociedade civil e criadores.

De acordo com o edital de financiamento de projectos para o presente ano, o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas (MCIC) priorizou as áreas de artes plásticas, artes visuais e fotografia (exposições artísticas e temáticas), artesanato (exposições e ateliês), dança (espectáculos individuais ou de grupos) e projectos de internacionalização.

Design e Moda (apresentação de colecções individuais e colectivas, workshops, formação e feiras de moda), música (concertos individuais e de grupos), teatro (espectáculos, peças de autores cabo-verdianos, itinerância e internacionalização) e literatura afiguram-se ainda de entre projectos suportados nesta rubrica.

Os planos que deram entrada no âmbito deste edital estão distribuídos nas áreas das artes plásticas, artes visuais e fotografia, artesanato, cinema, dança, design e moda, formação, gravação de CD, gravação videoclip, literatura, música, publicidade e teatro, cujo valor rondariam os 210 milhões de escudos.

“Este incentivo financeiro virado para projectos da sociedade civil e criadores está enquadrado no âmbito do Programa do Governo para a IX Legislatura que colocou a cultura no centro de políticas activas de criação de emprego e de novas oportunidades para os jovens e criadores cabo-verdianos”, lê-se no comunicado do MCIC enviado à Inforpress.

Santiago foi a ilha com maior entrada de projectos 77, seguida da ilha São Vicente, com 25, Santo Antão, 8, ilha do Sal, 7, Boa Vista e Maio, 2 cada, São Nicolau 1.

Da diáspora, Portugal contribuiu com 5 e Luxemburgo com 1, sendo que quatro dos projectos que deram entrada no âmbito deste edital não fazem menção da sua origem.

O Edital para o Financiamento de Projectos é uma iniciativa do Governo, através do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, lançado pela primeira vez em 2016 e já vai na sua terceira edição.

SR/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos