Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Migrações: 600 mulheres detidas no Senado dos EUA por protesto contra Trump

Washington, 29 Jun (Inforpress) – Cerca de 600 mulheres, entre as quais pelo menos uma congressista, foram detidas na quinta-feira durante uma marcha feminina contra a política migratória do Presidente norte-americano, Donald Trump, em Washington.

A polícia do Capitólio informou a Efe que foram detidas 575 mulheres por se terem manifestado ilegalmente dentro do Senado norte-americano contra as políticas promovidas por Trump.

As mulheres foram detidas, processadas e libertadas no local do evento.

As detenções, posteriores a uma manhã de manifestações de mulheres nas ruas da capital dos EUA, foram feitas no Edifício Hart do Senado.

Entre as detidas está pelo menos uma das congressistas que participaram na manifestação, a democrata Pramila Jayapal.

“Acabam de me deter com um grupo de mais de 500 mulheres, que entraram no Edifício Hart a protestar contra as políticas de ‘tolerância zero’, de separação das famílias… Temos de resistir”, declarou a congressista Pramila Jayapal, que disse que estava “orgulhosa” por ter sido detida.

A Casa Branca iniciou em Abril as chamadas políticas de ‘tolerância zero’, que determinam que os imigrantes que entram irregularmente nos EUA passem a ser processados criminalmente, o que implica a sua separação dos filhos menores.

Mas, na semana passada, Trump decretou o fim das separações das famílias na fronteira, devido às duras críticas recebidas.

Desde então, já foram reunidas 538 crianças com os seus pais, se bem que mais de duas mil continuem detidas e separadas dos familiares, segundo dados oficiais.

Inforpress/Lusa

Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos