Mesa redonda sobre poluição e desenvolvimento sustentável marca as celebrações do Dia Mundial do Ambiente (c/áudio)

Cidade da Praia, 04 Jun (Inforpress) – “A poluição Atmosférica e o desenvolvimento sustentável” é tema de uma mesa redonda a ser realizada esta quarta-feira, 05, na Cidade da Praia, promovida pela Direcção Nacional do Ambiente (DNA) para assinalar o Dia Mundial do Ambiente.

Este ano o Dia Mundial do Ambiente tem como lema “A poluição do ar” e incita governos, indústria, comunidades e indivíduos a se unirem para explorar a energia renovável e as tecnologias verdes, bem como melhorar a qualidade do ar em cidades e regiões de todo o mundo.

Segundo o director nacional do Ambiente, Alexandre Nevksy Rodrigues, com este evento Cabo Verde associa-se também a mais de 100 países que nesse dia estarão a discutir os impactos da poluição atmosférica e medidas que possam ser tomadas para reduzir esse impacto e permitir que o desenvolvimento sustentado aconteça.

Conforme indicou, a mesa redonda vai contar com cinco palestrantes, devendo o evento contar com a apresentação de um trabalho científico sobre as emissões do tráfego automóvel e os impactos na qualidade do ar existente em Cabo Verde.

Outro tema em destaque será a “bruma seca e as suas consequências em Cabo Verde” a ser apresentado por um orador do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica de Cabo Verde.

O momento será ainda aproveitado para uma avaliação da implementação do protocolo de Montreal que tem a ver com a recuperação da camada do ozono.

“Vamos analisar os ganhos que Cabo Verde está a ter. Nós temos um programa nacional do ozono, os ganhos que o país está a ter com este programa a nível nacional e também falar dos ganhos mundiais que estamos a ter com esta força conjunta de todos os países para redução do buraco da camada de ozono”, explicou o director-nacional do ambiente.

Do programa consta também um tem relacionado com os impactos da má qualidade do ar na saúde e na própria agricultura e pecuária e as medidas preventivas que estão a ser adoptadas para minimizar esses impactos.

Para além da mesa redonda, que terá lugar a partir das 9:00 na Assembleia Nacional, há ainda um conjunto de outras actividades previstas nomeadamente uma visita ao centro móvel de monotorização da qualidade de ar, localizado na Escola técnica de Achada Santo António, com objectivo de mostrar o que esta ser feito nesta matéria.

“Neste momento estamos a avaliar o impacto do trafego de automóvel, as pessoas vão ver como é se fazem as medições e depois preparar para começarmos a divulgar alguns dados e, evidentemente, tratando-se de um único posto móvel é preciso fazer medições em vários pontos para se ter o retrato real daquilo que acontece no país”, sustentou.

Palestras nas escolas secundárias sobre a problemática da qualidade do ar e que deve ser feito para minimizar os impactos e uma minimaratona em Serra Malagueta constam do programa de actividades da Direcção Nacional do Ambiente para assinalar o Dia Mundial do Ambiente.

O Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado a 05 de Junho, é um evento mundial liderado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente que acontece todos os anos, no dia 5 de junho, e é comemorado por milhares de comunidades em todo o mundo. Desde que foi instaurado, em 1972, se tornou a maior celebração do nosso meio ambiente.

Segundo a ONU Meio Ambiente, 92% das pessoas em todo o mundo não respiram ar limpo; a poluição do ar custa à economia global 5 triliões de dólares por ano; a poluição do solo pelo ozônio deverá reduzir os rendimentos de cultivos básicos em 26% até 2030.

MJB/FPInforpress/fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos