Mau Ano Agrícola: Câmara de Santa Catarina quer criar empregos e deixar obras nas localidades com o programa de mitigação

Assomada, 26 Jan (Inforpress) – O autarca santa-catarinense disse hoje que a edilidade quer criar empregos e deixar obras de utilidades nas localidades com “produção agrícola nula” no âmbito do plano de emergência para mitigação dos efeitos do mau ano agrícola.

José Alves Fernandes, que falava à Inforpress a propósito do mau ano agrícola declarado oficialmente no arquipélago, afirmou que estão em fase de preparação para fazerem intervenções nas localidades afectadas, sobretudo nas zonas altas e áridas.

Tendo em conta que, segundo ele, estas obras que posteriormente terão utilidades e estarão ao serviço das comunidades, informou que a edilidade vai definir as prioridades juntamente com as populações.

“Para nós o importante não é só a aplicação dos recursos, mas fazer uma boa aplicação dos recursos em obras que depois a comunidade terá oportunidade de beneficiar ou rentabilizar”, vincou o autarca santa-catarinense.

Chã de Tanque, Engenhos, Palha Carga, Entre Picos de Reda, Librão e João Bernardo são algumas das localidades, onde a produção agrícola foi nula.

Além de obras de longo prazo e emprego, José Alves Fernandes informou que a câmara vai alocar os 20 mil contos que vai receber do Governo no âmbito do plano de mitigação nas actividades geradoras de rendimento.

FM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos