Major-general Gary Brito orgulhoso de ser descendente de cabo-verdianos e de servir o exército americano

Cidade da Praia, 17 Dez. (Inforpress) – O major-general do exército dos Estados Unidos da América Gary Brito foi recebido pelo primeiro-ministro e manifestou “muito orgulho em ser descendente de cabo-verdianos” e de servir as Forças Armadas dos EUA, “um grande parceiro de Cabo Verde”.

Considerou a sua visita ao chefe do Governo, Ulisses Correia e Silva, como “uma parceria a nível de cooperação, mas também “um reencontro familiar e muito importante a nível pessoal”, e fez questão de frisar que muito embora não esteja no país numa função política, entende muito bem as relações estreitas entre EUA e Cabo Verde.

Descendente de cabo-verdianos, este alto patente do exército dos EUA, encontra-se no país a convite do ministro os Negócios Estrangeiros, Luís Filipe Tavares, para visitar a terra de origem dos seus bisavós, tendo sido a ocasião aproveitada para participar nas comemorações dos 200 anos de relações históricas entre os Estados Unidos da América e Cabo Verde.

Garry Brito destacou o facto de ter expressado na gala comemorativa as relações entre os dois países e enalteceu o facto de ser bisneto de cabo-verdianos de São Nicolau que escolherem os Estados Unidos da América como país de emigração.

“É bom fazer esta conexão com cidadãos cabo-verdianos, alguns dos quais partilham o meu apelido.  Esta visita foi certamente um dos pontos altos da minha carreira militar e pessoal”, explicou Garry Brito, que promete voltar muito brevemente para visitar Cabo Verde com a sua família.

Em relação aos 200 anos de parceira entre Cabo Verde e EUA, Gary Brito sublinhou “a história forte e próspera”, tendo exemplificado “a pequena história” dos seus bisavós como uma das muitas desta longa história, num mês, que marca os 200 anos da abertura do consulado na Praia, “a primeira nesta região do mundo”.

Com as Forças Armadas de Cabo Verde disse que por questões logísticas relacionadas com viagens, a reunião com as Forças Armadas terá de ser reprogramada, mas disse que na Gala de domingo teve a oportunidade de conhecer alguns militares cabo-verdianos.

Este alto dignitário americano vai ainda encontrar-se esta manhã com o presidente de Assembleia Nacional, Jorge Santos, para no final da tarde efectuar uma visita de cortesia ao ministro dos Negócios Estrangeiros e da Defesa, Luís Filipe Tavares.

SR/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos