Cólera: Mais de 10 mil pessoas afectadas e 175 mortos na Nigéria – ONG

Lagos, Nigéria, 12 Nov (Inforpress) – A epidemia de cólera está a “espalhar-se rapidamente” no nordeste da Nigéria, provocando 175 mortos e afectando mais de 10 mil pessoas, alertou hoje o Conselho Norueguês de Refugiados (NRC).

“A doença está a espalhar-se rapidamente nos campos de deslocados que têm acesso limitado a instalações sanitárias decentes”, referiu Janet Cherono, líder do projecto do NRC em Maiduguri, capital do estado de Borno.

“A estação das chuvas só agravou estas condições”, acrescentou.

A epidemia de cólera, que atinge os três estados do nordeste da Nigéria – Borno, Adamawa e Yobe – matou 175 pessoas e cerca de 10 mil pessoas, portadoras do vírus, foram identificadas no início de Novembro.

O NRC está particularmente preocupado com a “alta concentração de população” nos acampamentos de deslocados ou em acampamentos informais, onde as pessoas que fugiram dos combates entre o exército nigeriano e os insurgentes do Boko Haram se refugiaram.

Maiduguri, cidade do nordeste, acolhe 243 mil pessoas, segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM).

“No acampamento de deslocados de Kangai Sangaya, por exemplo, oito casas de banho foram construídas para cerca de 150 pessoas. Hoje, 500 pessoas vivem neste acampamento”, indicou Janet Cherono.

Na semana passada, o Presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, que está em campanha para as eleições em Fevereiro de 2019, declarou “estado de emergência de saúde”, numa cimeira sobre o acesso à água.

Na Nigéria, o país mais populoso da África com 180 milhões de habitantes, um quarto dos habitantes não tem acesso a casas de banho e “o acesso a água canalizada diminuiu de 32%, em 1990, para 7% em 2015”, frisou o chefe de Estado do país.

“No entanto, ninguém prestou a devida atenção a este problema, a julgar pelo grande número de doenças relacionadas com a água que se desenvolvem no nosso território”, lamentou Buhari, que prometeu “não mais tolerar essas epidemias que dizimam a população”.

A cólera é uma infecção diarreica aguda causada pela ingestão de água ou alimentos contaminados. O seu tratamento é fácil, em particular pela reidratação, mas se não for tratada pode matar em poucas horas.

A insurgência do Boko Haram e a sua repressão pelo exército já mataram mais de 34 mil pessoas desde 2009 e cerca de 1,8 milhões de pessoas ainda não conseguiram regressar às suas casas.

De acordo com as Organizações não-governamentais (ONG), 11 milhões de nigerianos precisam urgentemente de ajuda humanitária.

Inforpress/Lusa

Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos