Maio: SDTIBM promove formação para 45 jovens nos sectores de guia turístico, cozinha, restauração e bebidas

Porto Inglês, 05 Abr (Inforpress) – A Sociedade de Desenvolvimento Turístico das Ilhas de Boavista e Maio pretende promover ,no próximo mês de Maio, uma formação destinada a 45 jovens, nos sectores de guia turístico, cozinha, restauração e bebidas, disse hoje à Inforpress a responsável, Gilda Évora.

Em declarações à Inforpress, a responsável pelo sector da Comunicação da SDTIBM, Gilda Évora, assegurou que o objectivo desta formação, a ser ministrada pela Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde, visa garantir um serviço de qualidade aos turistas que visitam a ilha, tendo em vista que se pretende um turismo de “alta qualidade” para ilha, nos próximos tempos.

Em relação ao sector de guia turístico, Gilda Évora disse que se inscreveram cerca de 28 jovens e destes apenas 18 foram seleccionados, dos quais 11 são da ilha do Maio e 7 da ilha da Boavista.

Explicou que tendo em vista que este curso é de nível 5, é exigido aos seleccionados o 12º ano de escolaridade para o ingresso na acção de formação que terá uma duração de 16 meses, incluindo o estágio.

“Guia turístico é um curso com muita potencialidade em Cabo Verde. Como sabemos, temos vindo a receber cada vez mais turistas nos últimos anos e o próprio Ministério tem vindo a apostar na formação dos guias, porque como temos vindo a assistir em Cabo Verde, qualquer pessoa que chega, como fala Inglês, Francês ou Alemã, começa a fazer este trabalho, mas muitas vezes dando informações totalmente descabidas”, frisou.

Por esta razão, observou, pretende-se inverter esta situação, formando os jovens por forma a que estejam preparados e capacitados para realizarem este serviço, com qualidade.

Acrescentou que as informações que são passadas aos visitantes devem ser fidedignas, para que quando um turista regresse ao seu país de origem, leve algum conhecimento sobre “realidade de Cabo Verde, o que somos e também sobre a nossa cultura”.

Gilda Évora disse ainda que para a formação, que está prevista para arrancar no dia 17 de Maio, na EHTCV, foram seleccionados mais 25 alunos, sendo 22 para o curso de cozinha e 5 para restauração e bebidas e todos serão contemplados com uma bolsa da SDTIBM durante um período de 10 meses, sendo 7 meses de formação e 3 de estágio.

Segundo a responsável, para a realização desta formação estão a contar com o co-financiamento do Fundo de Promoção, Emprego e Formação, em cerca de 70 por cento, pelo que os restantes 30 por cento ficarão a cargo da SDTIBM.

“Neste momento, também, estamos a trabalhar com o Fundo do Turismo, no sentido de conseguirmos uma parceria ,para este co-financiar uma parte do alojamento dos alunos”, notou.

Gilda Évora informou, ainda, que está prevista para os próximos tempos uma formação na área de panificação e pastelaria, mas que estão a aguardar pela abertura de inscrição por parte da EHTCV.

WN/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos