Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Maio: Rede Parlamentar para População e Desenvolvimento realiza conferência de esclarecimento com o eleitorado local

Porto Inglês, 08 Mai (Inforpress) – A Rede Parlamentar para População e Desenvolvimento realizou segunda-feira à noite uma conferência de esclarecimento com o eleitorado maiense, para dar a conhecer o papel dos deputados durante o seu mandato.

Segundo o presidente da Rede Parlamentar para População e Desenvolvimento, José Soares, esta acção de esclarecimento visa, por um lado, esclarecer o papel dos deputados na Assembleia Nacional e, por outro, ouvir o questionamento da população em relação à representatividade dos seus eleitos na casa parlamentar, enquadrado no programa “parlamento aberto” à sociedade civil.

“Queremos com isso mostrar no fundo o que é parlamento e o seu papel, assim como dos deputados . Estamos contentes com a adesão das pessoas e estou em crer que isso vai ter um impacto na sociedade maiense, quanto ao nosso papel”, frisou.

De acordo com aquele parlamentar, neste momento existe muita desinformação na sociedade Cabo-verdiana quanto ao papel do parlamento e da sua representatividade, porque, explicou, o povo “praticamente” não questiona e não pede informação, por forma a estar melhor informado sobre como funciona a casa parlamentar.

Por seu lado, o presidente da Assembleia Nacional , Jorge Santos, considerou ser uma forma de aproximar e abrir o parlamento à sociedade civil , pelo que classificou o encontro de ontem com uma “excelente” conferência, visto que os presentes colocaram os seus questionamentos em relação ao exercício de mandato dos deputados nacional e local.

“Neste momento, já aprovamos o novo regimento da Assembleia Nacional e estamos a criar mais meios para que os deputados tenham mais aproximação com a população e visitarem mais vezes os seus ciclos eleitorais para acompanharem a evolução da sociedade”, notou.

Jorge Santos admitiu ainda existir um certo distanciamento entre os eleitos e o eleitorado, pelo que disse estar convicto de que esta situação vai se alterar nos próximos tempos, com as condições que estão a ser criadas para que o parlamento possa se abrir mais à sociedade civil, visto que os partidos políticos “são da sociedade”.

Por sua vez, a deputada eleita pelo círculo eleitoral do Maio Joana Rosa assegurou que o momento serviu para esclarecimento dos presentes do papel do parlamento, assim como dos deputados, embora tenha admitido que estava à espera de mais participação do meio académico.

Joana Roas disse ainda que pretendem deslocar-se à Escola Secundária para também puderem passar as suas mensagens, porque na ilha, segundo sublinhou, raras vezes acontecem evento do tipo, realçando que “no Maio há poucos intercâmbios, conferências ou seminários e que isso reflecte, de certa forma, nos jovens e na ampliação das suas culturas geral.

WN/JMV

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos