Maio: Ministro anuncia realização de várias conferências sobre a sustentabilidade do desporto cabo-verdiano

Porto Inglês, 13 Nov (Inforpress) – O ministro do Desporto e da Juventude, Carlos Monteiro, anunciou hoje que estão programadas várias conferências nos próximos tempos, começando já nesta terça-feira, durante as quais vão ser debatidos temas como a sustentabilidade do desporto cabo-verdiano.

Segundo Carlos Monteiro, o seu ministério determinou que o mês de Novembro seja denominado mês do desporto, pelo que várias actividades vão continuar a serem realizadas, destacando que já nesta terça-feira, vai acontecer na Cidade da Praia, a primeira conferência, durante a qual vai ser debatida a questão do mecenato e o financiamento do desporto, bem como o papel da comunicação social na promoção do desporto.

Conforme avançou o ministro do Desporto, este ciclo de conferência vai continuar com temas como “governança no desporto”, com participação de especialistas tanto cabo-verdianos como estrangeiros, acrescentando que isso prolongar-se-à até o mês de Janeiro do próximo ano, em que vão contar também com vários especialistas, de modo a debaterem e perceber quais os melhores mecanismos para melhorar o desporto no país e torná-lo sustentável.

Carlos Monteiro, que marcou presença no acto central do dia do Desporto Cabo-verdiano, manifestou a sua satisfação pela adesão que houve por parte dos maienses, desde crianças, jovens e adultos, nas diversas actividades que foram levadas a cabo durante a manhã deste domingo, sobretudo com a presença de Luís Tavares, campeão mundial pela sexta vez na modalidade de kickboxe, bem como o seu irmão Vilson Tavares, que participaram com os jovens durante uma aula de boxe.

O ministro do Desporto fez saber que o Governo pretende aproximar mais junto dos jovens de sucesso a nível nacional e internacional, que estão espalhados um pouco por todo mundo, por forma a darem também os seus contributos no processo de desenvolvimento sustentável do desporto. Revelou que o atleta Luís Tavares já se predispôs para ajudar a escola de iniciação ao boxe na ilha, algo que considerou o caminho a seguir nos próximos tempos.

“Queremos também estruturar uma rede com todos os nossos atletas internacionais em todas as modalidades e são esses atletas que vão ser os verdadeiros embaixadores do nosso desporto e podem trazer muito mais recursos técnicos, logísticos e até de materiais desportivos para o país”, indicou.

Aproveitou a ocasião para deixar uma mensagem de confiança, de que para o próximo ano vão continuar a actuar fortemente no sector do desporto, salientando que “no quadro do orçamento do Estado para 2023, foi destinado uma fatia um bocadinho mais generosa para o desporto e também para os investimentos que vão continuar a fazer que têm que ver com a representação cabo-verdiana a nível internacional nas diversas modalidades.

Realçando que os trabalhos no centro de alto rendimento desportivo vão ser retomados com inclusão de atletismo em parceria com o centro regional de atletismo africano para os países da CPLP, informou que contam também apoiar a montagem do centro de medicina desportiva, que é parte integrante do centro de alto rendimento.

De acordo com Carlos Monteiro, o país vai contar com a presença da selecção de andebol no campeonato mundial da modalidade que vai acontecer no próximo mês de Janeiro, momento que, na sua opinião, vai ser “histórico” para o país. Disse ainda almejar que a selecção de basquetebol também consiga fazer o mesmo no mês de Fevereiro, a este propósito frisou que vão fazer os esforços para contarem com a presença do internacional Edy Tavares, uma das peças fundamentais da equipa nacional.

No entanto, salientou que tudo isso acarreta mais responsabilidades e meios financeiros, precisando que deve ser acompanhado com um trabalho contínuo do Governo para que não aconteça retrocesso nos ganhos que o país pretende alcançar.

O Dia do Desporto Cabo-verdiano, cujo acto central decorreu na ilha do Maio contou com a realização de várias actividades, desde futebol, andebol e vólei de praia, assim como caminhada, trail para jovens e trail curto, além de gincana, aulas de boxe e taekwondo e entre outros.

WN/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos