Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Maio: FMB regista 45 ninhos de tartarugas marinhas ainda antes do arranque da campanha de protecção

Porto Inglês, 26 Jun (Inforpress) – A Fundação Maio Biodiversidade (FMB) já registou 45 ninhos tartarugas marinhas um pouco por várias praias da ilha, ainda antes do arranque da campanha de protecção da desova deste ano, informou hoje um responsável desta organização não-governamental (ONG).

“A campanha ainda não iniciou, de forma formal, mas já registamos 45 ninhos, o que nos agrada e nos leva a acreditar que podemos também ter uma boa temporada”, enfatizou Denis Adriano.

Denis Adriano assegurou à Inforpress que neste momento estão na fase final de formação dos guardas, de modo a que estejam preparados para iniciarem os trabalhos, que estão previstos para arrancar no final deste mês.

Por isso, o ambientalista admitiu que tudo está a decorrer conforme o previsto para o início de mais uma missão, que considerou ser de todos, em particular dos maienses.

Informou que as formações dos voluntários iniciaram há três dias, nas zonas mais a norte da ilha, passando depois pelas localidades mais a sul tendo culminado hoje, com os guardas da parte centro da ilha, perfazendo um total de 53 efectivos.

“Estamos a ensinar os guardas, os procedimentos práticos a que devem pautar durante a campanha e, posteriormente, vamos dar-lhes uma pequena formação em pequenos socorros para em caso de alguma situação durante os trabalhos saberem como proceder e evitar qualquer tipo de problemas nas praias”, afiançou.

Este ano, basicamente, a Fundação Maio Biodiversidade manteve o número de guardas em relação ao ano passado, conforme o responsável desta ONG.

“Só que em algumas zonas não tínhamos vagas para todos, no entanto, houve um consenso e dividimos dias de trabalho para todos os que demonstraram interesse”, explicou, indicando que esta medida visa, por um lado, envolver mais pessoas nesta campanha, e, por outro, criar mais postos de trabalho.

A FMB, segundo Denis Adriano, está a receber um “número considerável” de voluntários internacionais, que já estão colocados nos devidos povoados para socializarem com as famílias e as pessoas dessas localidades.

“Já iniciamos a nossa patrulha, embora ainda não oficial, desde ontem [terça-feira], (…) principalmente nas praias onde estamos a ter mais actividade como Pilão e Barreiro e podemos dizer que já registamos 45 ninhos”, informou.

Denis Adriano avançou ainda que esperam ter uma “boa temporada”, contando com a colaboração do povo maiense com menos apanha e, para tal, vão realizar até domingo uma campanha de sensibilização porta-a-porta, por forma a informar as pessoas sobre o arranque da actividade.

O responsável da FMB lembrou que esta campanha, que decorre até 30 de Outubro, vai trazer “grandes ganhos” para ilha, porque muitas famílias vão receber voluntários nacionais e internacionais em suas casas, pelo que espera o engajamento da população.

WN/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos