Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Maio: Docentes da Escola Morrinho aproveitam novas tecnologias para acompanhar alunos nos seus estudos

Porto Inglês, 12 Mai (Inforpress) – As docentes da escola de Ensino Básico de Morrinho, na ilha do Maio, estão a aproveitar as novas tecnologias para acompanharem o estudo dos seus alunos, em estreita parceria com os pais e encarregados de educação.

Em declarações à Inforpress, a docente da escola do Ensino Básico Obrigatório de Morrinho, Isolina Ramos, assegurou hoje que logo após a interrupção das aulas, tanto ela como a sua colega, decidiram criar algumas fichas de trabalho para distribuir aos seus alunos como forma de os manter ocupados e em casa.

Aquela docente explicou que aproveitaram a página do ‘Facebook’ criada para comunicar e divulgar as acções da escola, na qual criaram um grupo do ‘messenger’ com os pais, onde solicitaram e desafiaram os pais e encarregados de educação a enviarem as fotos dos seus filhos a estudar, pintar ou até a brincar, algo que foi prontamente aceite.

Segundo Isolina Ramos, com a implementação da tele aula, a escola já tinha alguma experiência no acompanhamento dos seus alunos pelo que estão a partilhar todas as informações recebidas da delegação, bem como a fazer balanço com os pais e questionando de como foi o dia de tele aula e se os alunos tiveram ou não interesse em acompanhar as lições dadas.

Além disso, a entrevistada da Inforpress avançou ainda que tanto ela como a sua colega estão a receber nas suas casas três alunos cada, cujos pais não possuem electricidade ou aparelho para puderem acompanhar as aulas, sempre respeitando as orientações de distanciamento e de higiene.

Isolina Ramos disse ainda que os pais estão engajados e em caso de os alunos sentirem alguma dificuldade em acompanhar as matérias, os pais informam-lhes e alguns enviam as fichas de exercícios para serem corrigidos como forma de mostrarem que estão acompanhar os seus educandos.

Para aquela professora esta é uma ferramenta que vão continuar nos próximos tempos, como forma de estarem sempre em contacto com os pais e toda a comunidade de Morrinho e Cascabulho.

“Sozinhas não conseguimos fazer tudo, por isso temos de estar sempre juntos e de mãos dadas com a família para trabalharmos para o bem das nossas crianças” sintetizou.

De referir que a delegada do Ministério de Educação na ilha do Maio, Maria José Jorge Ribeiro, destacou a escola de Ensino Básico de Morrinho como sendo um “caso de sucesso” no apoio aos alunos que se encontram em casa a continuarem a estudar e que esta experiência devia ser seguida por outras escolas da ilha.

WN/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos