Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Maio: Câmara municipal escolhida para presidência do Conselho Directivo da Reserva da Biosfera

Porto Inglês, 15 Dez (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal do Maio, Miguel Rosa, foi escolhido hoje, para dirigir o Conselho Directivo da Reserva da Biosfera, na ilha, e pediu o envolvimento de todos os actores deste processo, inclusive da população.

Segundo afiançou Miguel Rosa, esta distinção vai contribuir “para a valorização, protecção da biodiversidade e do recurso genético, que é uma das funções da reserva”, acrescentando que vai ter impacto no desenvolvimento económico, social,  cultural e histórico da ilha, bem como do apoio logístico dos especialistas, no que toca à investigação científica em vários domínios ambientais.

Por outro lado, defendeu que isso vai ajudar na promoção da ilha como um destino turístico de qualidade, onde vai ser possível implementar um desenvolvimento sustentável, tendo em conta os três pilares dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, assentes na questão económica, social e ambiental.

“É fundamental dizer que o facto de hoje sermos reserva da biosfera, da Unesco, vai trazer também grandes responsabilidades para nós, o poder local, o poder central e acima de tudo a população local”, salientou.

O edil maiense prometeu liderar este processo, contando com a colaboração de todos os parceiros envolvidos neste processo, admitindo que os reais líderes encontram-se nas comunidades, mas que precisam ser engajados e sensibilizados na questão da gestão consciente dos recursos naturais, para que a ilha perdure sustentável, onde existe oportunidade da criação de emprego e capacitação profissional em todos os níveis.

“Este Governo tem demonstrado desde a primeira hora, o interesse por esta ilha, no sentido de melhorar as condições de vida da nossa população e melhorar a ilha como um destino turístico e tudo isso deve-se ao engajamento e da vontade política, claro, com envolvimento dos técnicos, especialistas e outros parceiros”, sublinhou.

WN/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos