Maio: Câmara faz entrega do novo relvado do estádio municipal e reforça intenção de receber competição nacional

Porto Inglês, 07 Jan (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal do Maio, Miguel Rosa, fez hoje a entrega do novo relvado sintético do Estádio Municipal Dau d´Segunda, e voltou a reforçar a intenção da ilha receber este ano uma prova de âmbito nacional.

Segundo o edil maiense, com a substituição do relvado sintético do estádio municipal estão reunidas as condições para se dinamizar o futebol na ilha nos diversos escalões, bem como o futebol feminino, lembrando também que recentemente a edilidade entregou a comunidade da vila do Barreiro o seu campo relvado, que, conforme sustentou, reúne as condições para receber provas regionais e nacionais.

Miguel Rosa fez saber que esta intervenção foi feita com recursos internos, mas também contando com a colaboração do governo central, que “tem sido um parceiro” no processo de desenvolvimento da ilha.

Para o autarca, a ilha já possui as condições para receber uma prova de âmbito nacional, e a este propósito, assegurou que a edilidade já está a encetar os contactos com a Federação Cabo-verdiana de Futebol, no sentido de receber ainda este ano uma prova de âmbito nacional, salientando que para a par disso, também pretendem realizar a requalificação na parte envolvente daquela infraestrutura desportiva.

“Eu diria que estamos a falar de um dos melhores estádios do país, tendo em vista todo o investimento realizado até agora, cerca de 130 mil contos, sendo 120 mil contos da câmara e os restantes 20 mil provenientes do Governo central”, sustentou.

Miguel Rosa reconheceu que para receber uma das provas do âmbito é preciso a solicitação ou manifestação do interesse, mas realçou que a FCF, também tem a prerrogativa de indicar uma região desportiva, por isso expressou a sua convicção de que a ilha venha ser uma das escolhidas para receber uma das provas.

“Temos todas as condições para receber uma das provas de âmbito nacional e brevemente vamos ter três campos com dimensões exigidas pela FIFA, para a realização de provas oficiais”, sublinhou acrescentando que o campo da vila da Calheta será entregue o quanto antes, admitindo a possibilidade de ser antes das festas de romaria que se celebram naquela urbe.

Miguel Rosa considerou, por outro lado, “um pouco preocupante” a desistência de algumas equipas em participar no campeonato regional de futebol deste ano, tendo defendido, a este propósito, que a aposta deve ser nas escolas de formação.

Por seu lado, a ministra da Justiça, Joana Rosa, que representou o Governo no acto, considerou que a ilha está a reunir as condições para que os atletas possam estar em pé de igualdade com os das restantes regiões do país. Neste sentido, manifestou o seu desejo de ver num futuro próximo atletas maienses a se destacarem na arena futebolística, tanto a nível nacional como internacional.

Joana Rosa enfatizou ainda que investir no desporto e no futebol em particular é investir na saúde e no bem-estar das pessoas, augurando que os jovens maienses venham a estar na ribalta, uma vez que em breve Maio vai contar com três campos relvados “com qualidade” e que acaba por abranger os três pólos desportivos da ilha.

WN/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos