Maio: Autarquia concede gestão do antigo edifício do centro de saúde à organização do Sete Sóis Sete Luas

Porto Inglês, 10 Mai (Inforpress) – A organização do Sete Sóis Sete Luas (SSSL) passa a gerir oficialmente o antigo edifício do centro de saúde da ilha do Maio, na sequência da assinatura, esta quarta-feira, de um protocolo com a câmara municipal local.

Em conversa com a Inforpress, o gestor do festival Sete Sóis Sete Luas, Marco Abbondanza, assegurou que esse acto formal veio dar mais autonomia e segurança à instituição que representa, tendo em vista que já estão a laboral naquele espaço há mais de dois anos, em que deram uma outra “vida” ao edifício que estava praticamente “abandonado”.

Conforme aquele responsável, a intenção da instituição que representa é contribuir para que a ilha tenha uma oferta turística a nível cultural, permitindo ao visitante desfrutar da “boa” música interpretada pelo “7luas Maio Band” e da “boa” gastronomia da ilha.

“Temos ainda uma sala de exposição que tem vindo a receber importantes pintores internacionais, que vêm para cá para também realizar laboratórios de arte nas escolas, e este espaço tem vindo a ser um lugar de dinamização da cultura da ilha, por isso estamos felizes pela assinatura deste protocolo que simboliza isto tudo”, sublinhou.

Marco Abbondanza disse reconhecer que existe certas “burocracias”, neste tipo de procedimento, tendo em vista que o mesmo edifício faz parte do património do Estado, de todo modo disse que valeu a pena a criação deste espaço na ilha.

“Aliás, vimos isso durante a comemoração do Dia da Europa, em que o espaço foi uma autêntica sala de espectáculos com aparelhagem de som própria”, sustentou.

“O Centro SSSL está a ser, aos poucos, o cartão de visita da ilha do Maio, onde se pode encontrar o melhor da cultura local, que é apresentado aos turistas e todos aqueles que visitam a ilha”, regozijou-se.

A mesma fonte disse ainda que se está no início desta parceria, pelo que espera que isso venha a durar para sempre e, anunciou que, para os próximos meses de Setembro e Outubro, a ilha vai receber actividades de “streat art” internacional, bem como a visita de bloggers que fazem a divulgação de actividades culturais nas redes social.

“Vamos ter aqui também, mais formações para ‘7luas Maio Band’ com prestigiados músicos que virão da Europeus para poderem ajudar a banda a evoluir ainda mais”, notou.

O responsável pela organização do Festival Sete Sóis Sete Luas disse ainda que a ilha vai acolher em Novembro o festival que vem sendo organizado todos os anos por aquela altura no país.

WN/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos