Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Maio: Assembleia e Câmara Municipal homenageiam embaixadora da União Europeia em Cabo Verde

Porto Inglês, 14 Jun (Inforpress) – A embaixadora da União Europeia em Cabo Verde, Sofia Moreira de Sousa, foi homenageada este fim-de-semana, numa iniciativa conjunta entre a Assembleia e a Câmara Municipal do Maio, algo que deixou a diplomata “sem palavras” por este reconhecimento.

Em nome da Assembleia Municipal, o vice-presidente Arlindo Cardoso justificou esta distinção proposta pelo deputado municipal Zé Augusto Fortes, pelo facto da embaixadora da UE ter demonstrado durante a sua missão no país um “carinho e empenho em prol do desenvolvimento da ilha”.

Arlindo Cardoso destacou ainda o empenho da embaixadora da UE em Cabo Verde em contribuir com a sua acção, para que haja melhores condições de vida dos maienses, de modo a que a ilha venha a ser sustentável, aproveitando todos os seus potenciais, nomeadamente no sector primário e nos serviços, com destaque para o património cultural construído.

“Gostaríamos que essa parceria entre o Governo, a União Europeia e a Câmara Municipal do Maio se perpetue numa caminhada de muita amizade, cooperação e de muita transformação, deixando marcas indeléveis para as gerações futuras, por tudo isso decidimos fazer uma homenagem e reconhecimento à União Europeia e à sua representante em Cabo Verde”, justificou.

Ao reconhecer esta distinção, a homenageada disse que este reconhecimento é graças a todo o trabalho que tem sido feito até então pela equipa de trabalho que encontrou naquela instituição diplomática, pelo que prometeu trabalhar para que mais investimentos possam ser realizados na ilha, com vista ao seu desenvolvimento e melhoria de vida dos maienses.

Manifestou também o carinho que tem para com a ilha, assim como dos seus dois filhos que são apaixonados pela ilha, onde descobriram a como se processa a produção do sal.

Por seu lado, o edil maiense realçou o papel da União Europeia no financiamento de projectos “importantes” para o Maio, quais sejam a formação profissional, pesca, agricultura, bem como a indústria transformadora, da gestão da água, do turismo e entre outros, algo que também vai se dar continuidade para que a ilha venha a ser “sustentável”, de modo a se evitar a exclusão social.

Miguel Rosa afiançou que esta distinção visou demonstrar a gratidão que a ilha do Maio tem para com aquela instituição e a sua representante, numa parceria que vem sendo trabalhada ao longo de vários anos e que tem dado o seu fruto, razão pela qual almejam continuar.

WN/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos