Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Maianga lança campanha “luzes” para incentivar denuncias do tráfico de pessoas

Cidade da Praia, 29 Jul (Inforpress) – A agência de publicidades de Maianga lançou hoje uma campanha intitulada “luzes” com o objectivo de incentivar denuncias do tráfico de pessoas, numa altura em que todas as atenções estão voltadas para a pandemia da covid-19.

A acção, que se realiza no âmbito do Dia Mundial de Combate ao Tráfico de Pessoas, visa chamar a atenção da população sobre este tipo de crime e acontece em tempos da pandemia em que são vários os problemas sociais que caem no esquecimento.

Em nota de imprensa, a empresa de publicidade refere que devido a este período, esta campanha visa lembrar que o tráfico de pessoas é um problema que tende a crescer num cenário de retração económica e desemprego.

Foi esta realidade, que motivou a Maianga Publicidade a promover uma campanha que, “literalmente, acende uma luz sobre o problema”, que todos os anos, leva a que milhares de seres humanos sejam expostos a uma rotina de maus tratos, exploração e violência.

“O tráfico de pessoas é ainda um tema desconhecido para grande parte da população cabo-verdiana porque, muitas vezes, os sinais da escravidão e da exploração estão ocultos, dificultando uma ação mais efetiva por parte das autoridades”, explica Júnior Lisboa, director Criativo e de Planeamento da Maianga.

Por isso, como o título “luzes”, a agência de publicidade acredita que com uma simples chamada as pessoas podem ajudar a revelar o problema e tirar das sombras as vítimas.

A campanha “luzes” já foi assinada pelas agências Maianga na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), inclusive Cabo Verde.

O Dia Internacional Contra o Tráfico de Pessoas homenageia a campanha realizada pela Organização das Nações Unidas (ONU) para a prevenção e redução dos crimes associados com o tráfico de pessoas. A data foi criada pela assembleia geral das Nações Unidas em 2013.

PC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos