Madagáscar quer conhecer experiência de Cabo Verde a nível do sistema educativo

Cidade da Praia, 08 Abr (Inforpress) – Uma delegação pedagógica da Educação de Madagáscar, está em Cabo Verde para se inteirar e conhecer de perto a experiência cabo-verdiana a nível do sistema educativo.

Em declarações hoje, à imprensa, a chefe de serviço da Inspecção Pedagógica de Educação Fundamental de Madagáscar, Voam Amgy, afirmou que esta visita representa uma oportunidade para o seu país trocar experiências com o arquipélago, conhecendo de perto as acções de gestão escolar e actuações dos directores.

“Visto o contexto diferente que enfraquece a educação e resultados escolares em Madagáscar, viemos a Cabo Verde para trocar impressões com os nossos colegas do ministério da Educação, que são responsáveis pelo enquadramento e da inspecção pedagógica, para ver como é que podemos fazemos para que os directores das escolas, que são os líderes das instituições, façam o enquadramento dos docentes”, sublinhou.

Voam Amgy, que falava aos jornalistas depois de se reunir com a ministra da Educação, avançou que vão visitar escolas nas cidades, nos meios rurais e ambientes fechados para verem como os directores fazem para exercer este papel de liderança pedagógica, realçando que a ideia é tornar profissionais os seus directores.

“Queremos adquirir experiências para aprender práticas na sala de aula com esses directores. Cabo Verde é famoso, mesmo sendo do mesmo contexto que Madagáscar que é um país africano insular, Cabo Verde progrediu e nós queremos ver esses progressos sobre as práticas efectuadas por esses directores, na gestão dessas escolas”, realçou.

Por seu turno, a ministra da Educação, Maritza Rosabal assegurou que o país está disponível para colaborar com o Madagáscar no âmbito do projecto de melhoria de qualidade de ensino 2017/2021 sobretudo a nível da consulta de marco legal, do quadro do sistema de gestão e das direcções escolares.

“Sendo Madagáscar um país africano, insular e que tem problemas com a qualidade do sistema educativo, a missão está em Cabo Verde à procura de experiências que lhes sirva e possam implementar”, referiu a governante que sublinhou que a delegação vai estar com directores de agrupamentos do meio rural e urbano para ver de perto a experiência cabo-verdiana a nível da gestão escolar.

Por outro lado, adiantou que constitui também uma oportunidade para o país fazer uma reflexão sobre aquilo que se tem feito na prática, uma vez que este projecto está a ser partilhado em diversos fóruns e com outros países.

Chefiada por Voam Amgy, a missão tem ainda agendado encontros de trabalho com responsáveis de acompanhamento e apoio pedagógico das escolas, com os respectivos corpos directivos, bem com os inspectores e técnicos de enquadramentos pedagógico.

O objectivo é conhecer o sistema educativo de Cabo Verde como propiciador de experiências enriquecedoras para a configuração do novo figurino de formação dos directores das escolas e as suas actuações nas respectivas escolas.

A delegação vai estar em Cabo Verde de 08 a 17 deste mês, e irá visitar também as escolas do concelho da Praia, Santa Catarina, Tarrafal, Ribeira Grande de Santiago e São Salvador do Mundo.

AV/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos