Luxemburgo vai ajudar Cabo Verde na vigilância e patrulhamento espacial das águas territoriais – ministra

Cidade da Praia, 18 Jan (Inforpress) – O Governo do Luxemburgo vai ajudar Cabo Verde no domínio da vigilância e patrulhamento espacial das águas territoriais, anunciou hoje, na Cidade da Praia, a ministra da Defesa, Janine Lélis.

O anúncio foi feito numa conferência de imprensa conjunta com o vice-primeiro-ministro e ministro da Defesa do Luxemburgo, François Bausch, que se encontra em Cabo Verde para uma visita de dois dias, para estreitamento das relações bilaterais entre os dois países.

De acordo Janine Lélis, a vigilância e patrulhamento das aguas territoriais vai permitir a Cabo Verde ter acesso a dados e informações “acauteladas” e ajudar o país no seu papel estratégico no quadro do combate à pesca ilegal, na proteccção do ambiente e identificação da actividades ilícitas.

“Luxemburgo tem muitas capacidades instaladas neste domínio e está a preparar o lançamento de um satélite para breve e é neste âmbito que estamos a perspectivar a continuidade da nossa cooperação”, esclareceu.

A cooperação neste domínio, notou a ministra, vai trazer uma grande satisfação ao país, por, segundo ela, abrir a oportunidades de estabelecer uma parceria bilateral a ser delineada através das respectivas direcções nacionais.

“Entretanto, isto vai trazer uma grande satisfação, por permitir à Guarda Costeira e ao país uma capacidade operacional maior, na medida em que vamos poder responder com um outro nível de acesso para aquilo que é a informação e para a garantia da nossa melhor defesa”, apontou.

Por sua vez, o vice-primeiro-ministro e ministro da Defesa do Luxemburgo disse que essa ajuda é no sentido de garantir mais segurança a Cabo Verde, “mormente devido à sua posição geoestratégica em África”.

“Isto vai permitir mais segurança ao território cabo-verdiano porque vamos fazer a observação do espaço, através de um satélite que vai estar operacional no próximo ano”, precisou, François Bausch, que é também ministro da Mobilidade e Obras Públicas.

Por outro lado, avançou que Luxemburgo vai ajudar no equipamento do Centro de Operações e Segurança Marítima (Cosmar), assim como o treinamento da Guarda Costeira cabo-verdiana.

De acordo com uma nota do Governo, esta visita representa ainda um ponto de viragem nas relações entre os dois países no domínio da Defesa e que tem intensificado nos últimos anos com a assinatura, em 2018, da Declaração Conjunta sobre Cooperação Trilateral (Portugal, Cabo Verde e Luxemburgo) para reforçar as capacidades de segurança e defesa de Cabo Verde.

Da agenda de visita do vice-primeiro-ministro luxemburguês constam visitas ao Cosmar e à sede da Zona G (edifício da Enapor e Cais da Praia), na cidade da Praia.

Na sexta-feira, 19, vai estar em São Vicente, acompanhado da ministra de Estado e da Defesa Nacional, Janine Lélis, onde vai visitar o Comando da Guarda Costeira e o Centro Conjunto de Operação e Salvamento de Cabo Verde (JRCC-CV, na sigla em inglês).

OM/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos