Literatura: Obra de Fernando Pessoa traduzida para crioulo cabo-verdiano vai ser apresentada em Lisboa

Cidade da Praia, 05 Jun (Inforpress) – O Centro Cultural de Cabo Verde, em Lisboa, vai acolher no próximo dia 08, terça-feira, o lançamento do livro “Odi Marítimu”, de Fernando Pessoa, traduzido para o cabo-verdiano por José Luiz Tavares.

Em nota, a Editora Abysmo explica que a escolha da “Ode Marítima” para esta edição particular, é assente na relevância deste poema no quadro do primeiro modernismo português e das suas características performativas que o tornam perfeito para a elaboração da alta dicção poética em língua cabo-verdiana.

 O propósito final é dotar a língua cabo-verdiana de um relevante corpus poético que possa vir a constituir-se como húmus de onde, amanhã, poderão brotar notáveis poetas cultos e eruditos, ultrapassando a natural fasquia do tradicionalismo e da oralitura.

Este poema foi traduzido em 2007 integrado numa antologia mais vasta organizada pelo autor, e que iria ser publicada pela Casa Fernando Pessoa no âmbito de uma quinzena de cultura cabo-verdiana.

A tradução que ora se dá à estampa não sofreu actualização para esta edição, porquanto ainda este ano devemos editar uma “alargadíssima” antologia de poemas de Álvaro de Campos, e a Ode Marítima deverá ter uma nova versão.

O livro começa a ser apresentado a partir das 18h30, hora local.

Fernando Pessoa (1888-1935) foi um dos mais importantes poetas da língua portuguesa e figura central do Modernismo português. Poeta lírico e nacionalista cultivou uma poesia voltada para os temas tradicionais de Portugal e ao seu lirismo saudosista, que expressa reflexões sobre seu “eu profundo”, suas inquietações, sua solidão e seu tédio.

Fernando Pessoa foi vários poetas ao mesmo tempo, criou heterónimos – poetas com personalidades próprias que escreveram sua poesia.

GSF/HF

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos