Literatura: Autarca da Praia desfaia escritores da língua portuguesa para um debate sobre a poesia e novas tecnologias

Cidade da Praia, 22 Jun (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal da Praia, Óscar Santos, propôs hoje que o próximo encontro dos Escritores de Língua Portuguesa, que coincide com Praia Capital da Cultura da CPLP, privilegie um debate sobre a poesia ou as novas tecnologias.

Óscar Santos fez essas considerações em declarações à imprensa, à margem do encerramento do IX encontro dos Escritores de Língua Portuguesa, que decorreu de 20 a 22, na Biblioteca Nacional, e que, no seu entender, já é uma marca da Cidade da Praia.

“Cabo Verde é um dos mais pequenos países da CPLP e, por isso, é muito bom que fomentemos o hábito da leitura, sobretudo, porque no mundo actual, a internet, particamente domina a vida das pessoas”, disse.

Ainda sobre a critica do escritor infantojuvenil Dai Varela de que o Estado cabo-verdiano não apoia os escritores nacionais dessa área, o edil praiense assumiu que as criticas são bem-vindas e a aposta dever ser na juventude e nas crianças no sector da literatura.

Na sua declaração, fez referência aos Prémios Camões do arquipélago Arménio Vieira e Germano Almeida, “dois cabo-verdianos de um país pequeno”, mas vincou a necessidade a necessidade de se resolver o problema da mobilidade.

Para o secretário-geral da União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA), Victor Ramalho, neste mundo global é necessário que todos deem passos “mais seguros” e que envolvam a liberdade de circulação das pessoas e dos bens e o crescimento das indústrias criativas.

“É preciso que possamos aprofundar a relação da leitura com um público mais vasto e ver como aprofundar as publicações, pois, somos uma força no mundo e a nossa língua nos serve de suporte para darmos passos mais seguros no que tange à liberdade de circulação das pessoas e das indústrias criativas”, realçou.

Já o presidente da Academia da Arte de Cabo Verde, David Hofferp Almada, regozijou-se com o encontro e os temas debatidos neste evento.

O encontro, que termina hoje, na Biblioteca Nacional, é uma iniciativa da União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA) e da Câmara Municipal da Praia.

PC/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos