Literatura: Academia Cabo-verdiana de Letras reedita livro de contos “Contra Mar e Vento” de Teixeira de Sousa

 

Cidade da Praia, 31 Mai (Inforpress) – A primeira obra do escritor cabo-verdiano Henrique Teixeira de Sousa publicada em 1972, “Contra Mar e Vento”, e reeditada pela Academia Cabo-verdiana de Letras (ACL), vai ser lançada a 02 de Junho na Cidade da Praia.

A informação foi avançada hoje à Inforpress pela presidente da ACL, Vera Duarte, que explicou que o livro de um dos “imortais” da Academia de “leitura recomendada” nas escolas nacionais dada à estampa pelas edições ACL, tem como propósito dar a conhecer o mesmo ao “grande público.

“O objectivo da ACL é poder trazer ao conhecimento do público e ao alcance dos cabo-verdianos o que constitui este edifício literário cabo-verdiano que tem séculos e que muitas vezes as obras desses autores do século XIX e outros do século XVI e XX são desconhecidas do grande público”, revelou.

Segundo a mesma fonte, tendo em conta que as obras de muitos “imortais” da Academia estão esgotadas e porque faz parte do património nacional, a ACL entendeu que com a reedição vão dar a conhecer essas obras que a maioria das pessoas “não conhecem”.

A reedição do livro do contista e romancista Teixeira de Sousa é o segundo depois do “Jardim de Hespérides” de José Lopes e ainda para este ano, a ACL almeja reeditar mais um livro de um “imortal”, sem avançar nome, isto porque, justificou, falta decidir junto do patrocinador.

Vera Duarte considerou Teixeira de Sousa um “homem de grande gabarito” e que teve uma intervenção cultural e política “interessante” e que tem uma “personalidade multifacetada” que atrai.

A apresentação do livro aprazado para as 18:00 do dia 02 de Junho no Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP), na Cidade da Praia, vai estar a cargo da académica Ondina Ferreira e vai contar com a presença do comandante Pedro Pires na qualidade de mecenas e do filho do autor Aníbal Teixeira de Sousa.

Henrique Teixeira de Sousa, natural da ilha do Fogo, nasceu a 06 de Setembro de 1919 e faleceu a 03 de Março de 2016.

O também médico licenciou-se em Medicina em Lisboa, em 1945, tendo frequentado no ano seguinte o Instituto de Medicina Tropical do Porto. Tirou mais tarde a especialidade de nutricionista, e foi inicialmente colocado como médico em Timor.

Exerceu as funções de médico na ilha do Fogo e posteriormente em São Vicente, até se aposentar em vésperas da independência e se fixar em Oeiras (Portugal), onde viveu até ao fim dos seus dias.

Da sua bibliografia constam “Contra mar e vento – livro de contos” (1972), “Ilhéu de contenda” (primeiro de trilogia) (1978), “Capitão de Mar e Terra” (1984), “Xaguate” (segundo de triologia) (1987),Djunga (1990), “Na Ribeira de Deus” (terceiro de triologia) (1992), “Entre duas Bandeiras” (1994), “Oh Mar das Túrbidas Vagas” (2005).

FM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
[wd_asp elements='search' ratio='100%' id=2]
    • Categorias

  • Galeria de Fotos