Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Líderes das comunicações lusófonas debatem na Praia “As pessoas e o trabalho na economia digital”

Cidade da Praia, 22 Nov (Inforpress) – “As pessoas e o trabalho na economia digital” é o tema do XXVIII fórum da Associação Internacional das Comunicações de Expressão Portuguesa (AICEP), a realizar-se esta terça-feira, na cidade da Praia.

O evento deverá reunir presidentes, CEO, administradores e outros dirigentes das empresas operadoras de comunicações entre as quais os correios e encomendas, telecomunicações e comunicações electrónicas e conteúdos de televisão e media e das autoridades reguladoras do sector e membros da AICEP dos nove países e território de língua oficial portuguesa.

A organização adianta que o sector das comunicações desenvolve-se a um ritmo sem precedentes e nunca visto, estando-se a viver um dos mais extraordinários e transformadores tempos na história da humanidade.

“A transformação interna se tornou imperiosa para que as organizações se possam reinventar e se apresentar sob uma nova dinâmica, atraindo novos clientes e competências e conquistando espaços de oportunidade que o digital traz consigo”, refere numa nota de imprensa.

Perante este cenário, a questão que se coloca é qual o papel e onde colocar as pessoas.

Por isso, o objectivo é ouvir vários especialistas e proceder-se a um intenso trabalho de reflexão e debate sobre o tema considerado oportuno para o sector das comunicações e analisar o rumo que deve ser seguido para acompanhar a evolução digital que o mundo está a assistir e a viver.

“A economia digital e o emprego”, “As novas tecnologias do trabalho”, “As pessoas e futuro do trabalho” e “A mudança nas organizações” são os temas que vão ser apresentados e debatidos.

Para já, a AICEP considera que o sucesso da economia digital depende das pessoas, salientando que tudo aquilo que não pode ser digitalizado ou automatizado será extremamente valioso.

“Criatividade, imaginação, intuição, emoção, ética são características humanas, entre outras, que não podem ser digitalizadas e automatizadas e serão ainda mais importantes e valiosas no futuro. As máquinas são muito boas em simular, mas não em ser. A tecnologia representa o ‘como’ desta mudança e desta transformação para o digital; mas o Homem representa o seu ‘porquê’, considera a organização.

A abertura do evento está marcada para às 09:00 desta terça-feira, devendo a cerimónia contar com a presença de um membro do Governo cabo-verdiano.

A anteceder o fórum será realizado na noite de hoje um jantar de gala para entrega dos prémios AICEP 2021.

MJB/CP

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos