Líder do PAICV defende necessidade de estimular a participação dos jovens na política, antes da participação no partido

 

Pedra Badejo, 12 Ago (Inforpress) – A presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Janira Hopffer Almada, advogou hoje, em Santa Cruz, que mais do que estimular a participação dos jovens no partido, é preciso estimular a participação deles na política.

Para comemorar o Dia Internacional da Juventude, a Juventude do PAICV (JPAI) escolheu a presidente do partido para, numa conversa aberta com os jovens de Santiago Norte, falar dos “ Desafios da Juventude”.

Em declarações à imprensa, a líder do maior partido da oposição defendeu que nos últimos anos tem havido uma “erosão da imagem da política e dos políticos”, por isso a nova geração tem um “desafio importante”, que é trazer mais pessoas para a política, estimular a participação e resgatar um pouco os princípios e valores da participação polÍtica.

“A nova geração tem que trazer as pessoas de volta para a política, mostrando como é importante a participação política e, como é importante assumir a política como missão, defendendo o interesse colectivo, promovendo o bem comum, sobretudo centrados nas principais necessidades da população”, indicou.

Para além desse desafio, defendeu que a juventude cabo-verdiana vive neste momento situações de muitas dificuldades, devido a oportunidades que têm estado a diminuir, seja a nível de bolsa de estudos ou de subsídios para o ensino.

Os jovens têm ainda desafios de oportunidades de emprego, que segundo a presidente do PAICV, não está a ser criada, não obstante a promessa que foi feita e desafios de serem “reconhecidos nas suas competências, pelo seu mérito e aceder a um papel mais decisivo na condução de políticas do país”.

Por sua vez, o líder da JPAI, Fidel Cardoso de Pina, sublinhou que a juventude não pode esquecer que são eles o “combustível da sociedade”, por isso, diante das dificuldades que estes têm enfrentado é necessário unirem esforços e descobrir novos caminhos para ultrapassar essas dificuldades.

“Os jovens têm que interessar mais pela política, afinal de contas, amanhã é o nosso filho ou neto que vai estar cá, portanto é necessário que os jovens participem, que votem e dêem as suas opiniões sobre o que está bem ou mal”, sublinhou.

Em relação à participação dos jovens de Santiago Norte na vida política, Fidel Cardoso de Pina, assegurou que têm sido exemplar e que são um exemplo a seguir no país.

AM/ZS

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos