Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Legislativas2021/Maio: PAICV considera que os níveis de formação profissional ministrados na ilha ainda estão “aquém” das necessidades dos jovens

Porto Inglês, 12 Abr (Inforpress) – O Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) considerou que os níveis de formação profissional ministrados na ilha, I e II, estão ainda “aquém” das necessidades dos jovens e do mercado de trabalho local.

Em declaração à Inforpress, o cabeça-de-lista da candidatura do PAICV na ilha, Edson Alves, adiantou que tais níveis são “insatisfatórios” para cobrir a demanda do mercado local e nacional, explicando que muitos jovens possuem mais de que um diploma, mas, que mesmo assim, continuam no desemprego, porque, ajuntou, o nível de formação que possuem não está à altura das necessidades actuais da ilha.

Para Edson Alves, a ilha possui várias potencialidades e oportunidades que podem ser aproveitadas pelos jovens maienses, mas para tal defendeu que é preciso saber interpretá-las e formar jovens nestas áreas, visto que “só ter um diploma não é o suficiente”, embora reconheça importância dessa formação.

“Queremos que os jovens da ilha do Maio estejam capacitados com formação profissional e superior, para que possam dar os seus contributos para o desenvolvimento da ilha, estando também a viver e a aproveitar as oportunidades aqui existentes”, salientou, ressalvando que o desemprego jovem na ilha é elevado, razão pela qual se mostrou disposto a lutar para que a juventude maiense também tenha “a sua gota de água”.

Edson Alves disse ainda ser necessário a criação de condições para que as pequenas unidades hoteleiras existentes na ilha comecem a funcionar, defendendo uma linha regular dos transportes aéreos e marítimos , flexíveis e capaz de dar aos turistas, tanto interno como externo, uma confiança de poderem vir e regressar sem nenhum constrangimento.

Um outro aspecto que aquele candidato prometeu dar uma atenção especial, tem que ver com a área do desporto, ressalvando que a ilha tem grande potencial, mas que, na sua opinião, precisa de ser organizado, lembrando também que é preciso criar infra-estruturas e dar formação aos dirigentes e treinadores.

O candidato aproveitou a ocasião para parabenizar a atleta Andreia Gonçalves, que venceu o campeonato de halterofilismo na categoria de + de 84 quilos, realizado na cidade da Praia.
Fidel de Pina, que também esteve presente no encontro com os jovens no domingo, no salão Isasc Pinheiro, disse que caso o partido vier a ser escolhido pelos cabo-verdianos no dia 18 de Abril, vai dar uma atenção especial ao emprego e ao sector do desporto, construindo infra-estruturas para que os jovens maienses também tenham a possibilidade de praticarem outras modalidades, como o desporto náutico, como forma de diversificar a oferta turística.

Às legislativas do dia 18 de Abril para eleição de 72 deputados, em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.´

PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

WN/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos