Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Legislativas’2021/Boa Vista: “As pessoas estão conscientes de que não é momento de mudar de Governo” – cabeça-de-lista do MpD

Sal Rei, 08 Abr (Inforpress) – A cabeça-de-lista do Movimento para a Democracia (MpD), Elisabete Évora, disse hoje que a sua equipa tem tido um “bom ‘feedback’” das pessoas que consideram que “não é o momento para mudar o Governo”.   

A candidata a deputada fez esta declaração à comunicação social, no bairro da Boa Esperança, quando fazia o balanço a meio da campanha eleitoral para as eleições legislativas do dia 18.   

Conforme a cabeça-de-lista, a campanha tem decorrido “bem”, com a mensagem centralizada nas pessoas, mostrando “os ganhos” do Governo ao longo do mandato, assim como os compromissos assumidos, caso o partido chefiado por Ulisses Correia e Silva venha a renovar o mandato.   

“O feedback tem sido muito bom, as pessoas têm-nos recebido com muito carinho, e a população está consciente de que não é o momento de mudar de Governo”, contou Elisabete Évora, referindo ser esta a percepção dos eleitores.   

Ainda sobre a mensagem que tem vindo a passar, Évora disse que as pessoas “estão conscientes” de que “muito se fez”, mas que devido à pandemia não foi possível concretizar tudo o que foi planeado pelo Governo, já que foi necessário “redireccionar verbas” para dar respostas às necessidades da população, que está “em primeiro lugar”.

“As pessoas estão connosco, opinando sobre o acham que ainda deve ser feito, mas estão conscientes de que ainda é preciso e há muita coisa por fazer”, reiterou, justificando o trabalho no terreno com base na auscultação das pessoas e conhecer a realidade no terreno para ter bagagem para levar os problemas a serem resolvidas no parlamento.   

Ainda sobre a caminhada de campanha, a candidata explicou que a dificuldade maior da sua equipa tem sentido “infelizmente”, é a necessidade criteriosa de respeitar as regras sanitárias, evitando a aproximação às pessoas, que recebem a equipa do MpD “com carinho, atenção e conforto”.   

Por isso, Elisabete Évora, devido à covid-19 e porque em primeiro lugar está a saúde das pessoas, a campanha tem sido feito somente porta-a-porta, com distanciamento físico, de modo a evitar aglomerações.   

Às legislativas do dia 18 para eleição de 72 deputados em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.  

PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).  

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.  

VD/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos