Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Legislativas: MpD regozija-se com resultados eleitorais e agradece a confiança dos cabo-verdianos

Cidade da Praia, 03 Mai (Inforpress) – O Movimento para a Democracia (MpD) regozijou-se hoje com os resultados definitivos publicados pela CNE, e agradeceu aos cabo-verdianos pela confiança depositada no partido para continuar a trabalhar para um Cabo Verde melhor e mais seguro.

“Agradecemos a confiança dos cabo-verdianos e reconhecemos a participação activa dos militantes, amigos e simpatizantes do MpD no processo eleitoral”, declarou a secretária-geral do MpD, Filomena Delgado, em conferência de imprensa, sobre a publicação dos resultados definitivos das legislativas de 18 de Abril.

Segundo a dirigente do MpD, os cabo-verdianos votaram de forma “consciente, livre e democrática” e escolheram quem consideram mais apto para governar Cabo Verde e servir os cabo-verdianos.

De acordo com os dados divulgados pela Comissão Nacional de Eleições (CNE) e publicado no Boletim Oficial a 29 de Abril, o MpD obteve a maioria absoluta, com 50,04 por cento (%) dos votos e 38 dos 72 deputados à Assembleia Nacional.

Apesar das dificuldades nos últimos cinco anos de governação, considerou que a maioria dos cabo-verdianos reconhece o “grande trabalho” feito pelo executivo de Ulisses Correia e Silva e voltou a confiar neste Governo para continuar a construir um Cabo Verde melhor e mais seguro.

Para Filomena Delgado, Ulisses Correia e Silva e o Governo do MpD conseguiram pôr a economia a crescer e a criar emprego, mesmo em situações de crise deu prioridade à inclusão social e ao aumento dos rendimentos.

Foi todo o trabalho em prol de Cabo Verde que os cabo-verdianos reconheceram no passado dia 18 de Abril ao dar ao MpD maioria absoluta para continuar a governar o nosso País”, realçou Filomena Delgado, que disse esperar que a vitória concedida pelos cabo-verdianos sirva de lição para a oposição.

De acordo com o mapa de distribuição dos resultados, tornado público pela Comissão Nacional de Eleições (CNE), o universo dos votantes foi de 225.600 eleitores, dos quais 110.211 (50,04%) votaram nas listas do MpD, que rendeu ao partido 38 dos 72 deputados que compõem o parlamento cabo-verdiano.

Já o Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) ficou em segundo lugar ao obter 87.151 votos (39,57%) e 30 deputados, enquanto que a União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) conseguiu 19.796 votos (8,99%) e quatro deputados, todos no círculo eleitoral de São Vicente.

O Partido Popular de Cabo Verde (PP) alcançou 762 votos (0,35%), o Partido Social Democrático (PSD) 273 votos (0,12%) e o Partido do Trabalho e Solidariedade 2.065 votos (0,94%). Nenhum desses três partidos conseguiu assento parlamentar.

O universo dos eleitores nas legislativas deste ano foi de 392.951 eleitores, dos quais 225.600 votaram e 167.351 não votaram, contribuindo estes últimos para que a taxa de abstenção se situasse nos 42,59%.

AV/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos