Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Legislativas 2021/São Vicente: UCID quer saúde como um “direito de todos os cidadãos”

Mindelo, 07 Abr (Inforpress) – O candidato a deputado da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID), em São Vicente, Nilton Rocha, garantiu hoje que o partido vai trabalhar para transformar a saúde num “direito de todos os cidadãos”.

Em alusão ao Dia Mundial da Saúde, celebrado neste dia 07 de Abril, a UCID esteve hoje numa caravana acompanhada pelo presidente do partido, António Monteiro, nas zonas de Vila Nova e Ribeirinha a elucidar a população destes bairros sobre os projectos idealizados para este sector.

 Nilton Rocha, sexto elemento da lista, disse que o partido tem uma “aposta forte” na área de saúde, para que seja, realmente, um “direito de todos os cidadãos” e contribuindo para alcançar a “tão falada Felicidade Interna Bruta (FIB)”.

Entre as propostas apresentadas, a UCID, segundo a mesma fonte, pensa “exigir” bolsas de estudo para especialização dos profissionais da área.

Por outro lado, acrescentou, vão trabalhar ainda sobre as taxas moderadoras para que “os que não conseguem pagar tenham acesso de forma gratuita”.

Essas e outra proposta que, asseverou, só serão possíveis se a população os ajudar a dar um “basta” no Movimento para Democracia (MpD) e no Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), que “já estão esgotados”.

“A UCID é uma opção sim, e se vocês nos derem essa oportunidade não se vão arrepender”, disse Nilton Rocha, dirigindo-se ao eleitorado.

O candidato lembrou que Cabo Verde já está com 30 anos de democracia, mas que na verdade, considerou, tem sido uma “ditadura democrática”, porque “só tem havido maiorias absolutas, que sobem à cabeça de qualquer um”.

“Não fazem uma política dialogante, dormem e acordam com uma ideia nas suas cabeças, que implementam sem conversar com ninguém e sem saber se é uma ideia boa para a população de Cabo Verde”, criticou a mesma fonte, adiantando querer a UCID “romper” com as maiorias absolutas e “forçar” os partidos do poder a dialogarem com a oposição para tomar as “melhores decisões” para o País”.

O partido prossegue nesta quinta-feira com contactos no centro da cidade do Mindelo.  

A lista da UCID, em São Vicente, é encabeçada por António Monteiro, seguido de Zilda Oliveira, Amadeu Oliveira, Dora Pires, João Santos Luís, Nilton Rocha, Viviane Rocheteau, Nelson dos Santos, Ana Fernandes e Mateus Silva, que ocupa a décima posição.   

Às legislativas do dia 18 para eleição de 72 deputados em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.  

PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

LN /AA

Inforpress/Fim  

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos