Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Legislativas 2021/São Vicente: UCID e MpD trocam acusações de ameaça

Mindelo 18 Abr (Inforpress) – O presidente da UCID acusou hoje elementos afectos ao MpD de ameaçarem a equipa da UCID com uma arma, na noite de reflexão, situação que o mandatário do MpD, Domingos Santos, desmente.

Segundo o candidato da União Cabo-Verdiana Independente e Democrática (UCID) nas legislativas de hoje, António Monteiro, o caso aconteceu na madrugada de hoje na zona de Ribeira de Julião, nas proximidades do complexo Casa para a Todos, em São Vicente, quando elementos afectos ao Movimento para a Democracia (MpD) ameaçaram membros da UCID com uma arma.  

“De madrugada, tivemos de chamar a polícia para intervir porque elementos da UCID foram ameaçados por pessoas afectas ao MpD, que estão devidamente identificados. A polícia veio e acabou por recolher uma arma que depois disse que é uma pistola de brinquedo”, relatou António Monteiro, defendendo que “quem ameaça com uma pistola de brinquedo também poderá até atirar, se tiver uma pistola real”.

Conforme a mesma fonte, “a forma como o País está a ser gerido e a crispação que vai aumentando, em tempos de campanhas eleitorais, não ajuda a que haja entendimento para o desenvolvimento harmonioso do País”.

Uma situação, que acrescentou, acaba por “prejudicar o futuro do País, que é da responsabilidade de todos os actores políticos, dos actores sociais e de todos os cabo-verdianos”.

Versão contrária tem o mandatário da candidatura do MpD, em São Vicente, Domingos Santos. Segundo esta fonte foi o pessoal da UCID que perseguiu os elementos do MpD e um dos seus elementos teve uma viatura danificada.

“O António Monteiro está a reagir assim porque as pessoas da UCID rasgaram a roda do carro de um elemento do MpD em Monte Sossego. A declaração dele é completamente falsa e vai em consonância com postura de agressividade que estão a ter nesta recta final de campanha”, reagiu Domingos Santos classificando esta conduta de “inaceitável”.

“É o cabeça-de-lista da UCID e o mandatário João Luís que estão a passar essa informação e a dirigirem-se aos delegados do MpD. Fiquei admirado ao ver o António Monteiro a fazer uma declaração deste tipo, porque é precisamente ao contrário. É de uma falta de seriedade sem qualificação”, alegou a mesma fonte, realçando que “quem perseguiu o pessoal do MpD foram os elementos da UCID”.

Às legislativas de hoje, para a eleição de 72 deputados em 13 círculos eleitorais, dos quais 10 no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.

PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e os três da diáspora) e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

CD/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos