Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Legislativas 2021/São Vicente: Cabeça-de-lista do PTS “optimista” para eleição de dois deputados na ilha

Mindelo, 16 Abr (Inforpress) – O cabeça-de-lista do Partido do Trabalho e da Solidariedade (PTS) disse hoje, no Mindelo, que está “optimista” de que o partido vai eleger dois deputados porque “sente” que “a mensagem de mudança” foi bem assimilada.

Jailson D´Aguiar considerou “positivo” o balanço da campanha eleitoral realizada pelo PTS, em São Vicente, embora, segundo o candidato a deputado, muitas pessoas estão “desacreditadas” na política e nos políticos.

“Durante a campanha porta-a-porta remamos contra a maré para consciencializar as pessoas da importância do voto consciente e diminuir a taxa de abstenção”, salientou o líder da caravana do PTS em São Vicente.

A mesma fonte enalteceu que um dos “motivos” que levou o PTS a candidatar na ilha de São Vicente foi porque há uma “necessidade” de ter uma “terceira força” no parlamento e no seu entender a UCID “não foi uma terceira força” porque “seguiu caminhos que não deveriam”.

“A UCID já teve tempo suficiente para ser uma terceira força. Agora conforme as eleições correrem e dependendo do resultado podemos fazer uma coligação quem sabe com a UCID ou outro partido para vermos se entramos no parlamento como uma terceira força para termos uma bancada”, mostrou esperançoso.

Jailson D´Aguiar lançou o repto para as pessoas “evitarem” de ficar em casa e irem votar. 

“A abstenção não muda o sistema de política que temos e se as pessoas continuarem em casa vamos continuar na mesma maresia por mais cinco anos”, alertou o cabeça-de-lista do PTS que apelou para as pessoas colocarem os seus “descontentamentos” na urna e darem o PTS uma “força”.

Às legislativas do dia 18 de Abril, para a eleição de 72 deputados em 13 círculos eleitorais, dos quais 10 no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.

PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e os três da diáspora) e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

LFS/HF

Inforpress/Fim 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos