Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Legislativas 2021/Santiago Sul: UCID propõe resolver o problema da criminalidade com a justiça social

Cidade da Praia, 08 Abr (Inforpress) – A candidatura da União Cabo-verdiana Independente Democrática (UCID) em Santiago Sul considerou hoje que é possível resolver o problema da criminalidade, que afecta o país, com a justiça social, tendo por base a educação e o emprego.

O número três da lista candidata, Edson Ribeiro, adiantou que a criminalidade em Cabo Verde está directamente ligada à falta de ocupação e de oportunidade dos jovens, para depois afirmar que neste momento o país dispõe de um sistema que em nada favorece o combate à esta criminalidade.

“Desde logo, temos um partido que esteve a governar nos últimos cinco anos e que está a dizer ‘Cabo Verde no caminho seguro’ quando, na verdade, os cidadãos não sentem seguros para sair para andar à noite a 10 metros distante das suas casas. Isto que dizer que não há segurança nenhum”, sustentou.

Na sua perspectiva, a segurança passa, desde logo, pela justiça social, já que, conforme explicou, quando os jovens têm oportunidades, têm acesso à educação e formação e têm emprego estão ocupados e sem tempo para enveredar para os “maus caminhos”.

Neste sentido, defendeu uma nova forma de fazer política para mostrar que a política é uma actividade nobre e que os políticos devem saber servir o povo, criando condições para os jovens tenham acesso à educação, a formação e ao emprego digno.

“Quando tivermos jovens ocupados, a estudar, com emprego digno e no final do mês consigam ter rendimento para satisfazer as suas necessidades, jovens felizes, seguramente, já é um contributo para diminuir a onda da criminalidade”, sustentou.

Edson Ribeiro salientou também a necessidade de intervenções ao nível do sistema judicial para que a justiça seja mais célere e responda, de facto, às necessidades da população.

“Eu conheço pessoas que já tem mais de 20 anos à espera da resolução de um caso no tribunal. Ou seja, toda essa situação é desgastante e prejudicial”, disse, defendendo ainda investimentos na questão da reinserção social para evitar a reincidência e permanência dos jovens no crime.

“Há todo um sistema que deve ser repensado e tudo isso culmina na justiça social”, realçou.

Neste oitavo dia de campanha eleitoral a comitiva da UCID está em contactos porta-a-porta nas zonas de Alto da Glória, Bela Vista e Terra Branca levando a sua mensagem de um Cabo Verde melhor e pedindo um “basta dos mesmos”.

Às legislativas do dia 18 de Abril para eleição de 72 deputados em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.

O PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

MJB/CP

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos