Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Legislativas 2021/Santiago Sul: UCID propõe “nova roupagem” para as políticas do turismo

Cidade da Praia, 04 Abr (Inforpress) – O cabeça-de-lista da União Cabo-verdiana Independente Democrática (UCID) para o círculo eleitoral de Santiago Sul, Francisco Silva, defende uma “nova roupagem” para as políticas do turismo, com a enfatização das potencialidades de cada zona.

“Gastronomia, cultura e circuitos. E o que nós queremos é inovar, dar uma nova roupagem para as políticas turísticas que vêm sendo implementadas em Cabo Verde”, disse frisando que é preciso repensar o turismo na sua vertente fiscal e produtiva.

Neste sentido, Francisco Silva propõe a institucionalização do Imposto sobre Valor Acrescentado (IVA – actualmente de 15%) diferenciado, promover a diminuição dos custos dos turistas e criar factores de actractividade que permitam ao país competir com outros destinos.

“O turismo em Cabo Verde apesar de ser um sector muito falado, ainda não apresenta o nível de competitividade existente em outras paragens.  Portanto, é preciso redefinir a questão preço/qualidade, promover as potencialidades de cada zona, fomentar o transporte para criar a mobilidade”, sustentou.

A questão da formação é outro aspecto enfatizado pelo candidato da UCID à deputado. Francisco Silva salienta que é preciso trabalhar na questão da melhoria da prestação dos serviços.

Destaca de forma particular o turismo interno, sublinhando que para o seu incremento é preciso solucionar em primeiro lugar a questão dos transportes.

“Para além de deficitário, há um custo exorbitante que impede a mobilidade. Portanto, aqui é reduzir o custo de transporte para permitir a mobilidade e assim podermos ter a movimentação da economia”, sustentou.

Neste domingo de Páscoa os democratas cristãos cancelaram os contactos directos com o eleitorado, através de porta-a-porta, em respeito às celebrações religiosas.

Já neste sábado, 03, em Ribeira Grande de Santiago, um dos três municípios que compõem a região de Santiago Sul, a UCID pediu o voto da juventude para acabar com a bipolarização, levar mais equilíbrio no Parlamento e mais justiça social em Cabo Verde.

“Infelizmente no contexto cabo-verdiano foi criado a bipolarização e a população está estruturada de forma a pensar apenas nos dois grandes partidos (MpD e o PAICV), mas nós queremos mostrar que a UCID pode sim ser uma alternativa para o equilíbrio da governação em Cabo Verde”, disse cabeça de lista do partido para Santiago Sul.

Às legislativas do dia 18 de Abril para eleição de 72 deputados, em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.

O PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

MJB/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos