Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Legislativas 2021/Santiago Sul: UCID inicia campanha pelas zonas recônditas para realçar a necessidade de mudança

Cidade da Praia, 01 Abr (Inforpress) – A candidatura da União Independente Democrática (UCID) para o círculo eleitoral de Santiago Sul iniciou a sua campanha eleitoral para as eleições de 18 de Abril, pelas zonas recônditas da região para realçar a necessidade de mudança.

Na manhã de hoje, a equipa dos democratas cristãos desdobrou-se em contactos nas zonas de Freguesia de Nossa Senhora da Luz, município de São Domingos, tendo os membros da candidatura percorrido as localidades de Vale da Custa, Moia Moia, Doby e Tinca para levar uma mensagem de esperança e apresentar como alternativa.

O cabeça de lista do partido, Francisco Silva, explicou que a UCID decidiu iniciar as suas acções de campanha na freguesia de Nossa Senhora da Luz para mostrar a sua preocupação com essa população “menos favorecida”.

“Nós queremos incluir toda a população no centro das atenções. Não é porque Vale da Custa fica longe da Praia ou outras zonas da freguesia que não deve beneficiar de políticas públicas para sua inclusão”, sustentou.

Francisco Silva disse que as propostas da UCID para as zonas hoje visitadas estão divididas em três dimensões, designadamente o emprego, a educação e a saúde.

“Nós estamos cientes que os empregos não caem do céu. Por isso nós defendemos a necessidade de promover o sector privado, e diversificar a economia”, indicou, frisando que a pandemia veio confirmar que a ancoragem da economia cabo-verdiana apenas no sector do turismo não é a melhor via.

Dos primeiros contactos realizados na zona de Vale da Custa, uma zona que perspectiva da UCID, retrata claramente o falhanço dos Governo do MpD e do PAICV, disse ter sido confrontado com problemas de desemprego e de falta de água com as famílias a tem acesso a 200 litros de água por semana, uma situação que considera inaceitável.

Em Francisco Silva, a zona que acolhe o empreendimento Sambala Village podia estar livre do problema de desemprego, se os políticos que já estiveram no poder nos últimos anos tivessem uma melhor sensibilidade com os problemas dos privados

“Sambala Village é um empreendimento que consumiu milhões de contos dos cabo-verdianos, através de isenção de impostos, e podia consumir toda mão de obra da população, mas esta a desmoronar por culpa do Estado de Cabo Verde”, sustentou.

Nas legislativas do dia 18 para eleição de 72 deputados, em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.

PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

MJB/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos