Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Legislativas 2021/ Santiago Sul: PP acusa MpD e PAICV de não cumprirem com medidas sanitárias

Cidade da Praia, 07 Abr (Inforpress) – A candidata a deputada na lista do Partido Popular (PP), Melícia Semedo, acusou hoje a candidatura do MpD e do PAICV de não estarem a cumprir com as orientações e medidas sanitárias impostas pela covid-19.

Melícia Semedo, que ocupa a quinta posição na lista do PP pelo círculo eleitoral de Santiago Sul, partilhou as ideias e propostas eleitorais junto do eleitorado no mercado do Sucupira e com os moradores da Várzea, para tentar convence-los a votar por uma “política diferente”. 

“O MpD e o PAICV podem gastar o que quiserem na campanha, mas não estão a respeitar nem a cumprir com as regras e medidas sanitárias impostas pelas autoridades de saúde, face à pandemia do novo coronavírus, uma vez que temos constatado militantes sem máscaras e aglomerações de pessoas”, referiu. 

Melícia Semedo, que criticou as acções de campanha dos dois maiores partidos, afirmou que essa situação não é boa, numa altura em que mundo está a combater a pandemia da covid-19 que tem prejudicado vários sectores e contribuído para o aumento do desemprego. 

Por outro lado, disse que o PP é contra o dinheiro que MpD e do PAICV gastam durante as acções de campanha, e considera que a verba deveria ajudar a resolver muitos problemas nas estruturas hospitalares, nos centros de saúde, na segurança pública, na educação e outros sectores estruturantes para o desenvolvimento do país. 

“Estamos aqui para deixar uma mensagem de esperança, que o PP está com os cabo-verdianos nesta luta sendo que é o partido do povo que esta com o povo hoje e sempre”, realçou frisando que uma das prioridades do partido e lutar para mais justiça social. 

“O PP defende uma política diferente para que todos possam ter justiça, para que cada família tenha o seu rendimento, para que os jovens possam ter uma formação e emprego, para que todos os cabo-verdianos tenham acesso à saúde, à previdência social e por uma educação de qualidade para todos”, disse Melícia Semedo. 

Para a candidata do PP pelo círculo eleitoral de Santiago Sul, os cabo-verdianos estão descontentes com os dois partidos e estão fartos das promessas. 

O Partido Popular de Cabo Verde concorre pela segunda vez às eleições legislativas no país, tendo-se candidatado aos círculos eleitorais de Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista, Américas, África Europa e resto do mundo. 

Às legislativas do dia 18 de Abril, para a eleição de 72 deputados em 13 círculos eleitorais, dos quais 10 no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.

PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e os três da diáspora) e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

AV/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos